16/05/2017 às 10:15
Redução do número de partidos

Nos últimos dias, a grande imprensa nacional registrou diversas reuniões de dirigentes de vários partidos com autoridades para discutir uma forma para reduzir o número de partidos que chega a cerca de quarenta e que, pelo que deixa parecer, com muito esforço conseguiriam baixar para quatorze.
O critério para fazer essa redução não ficou claro, mas parece que continuaria sendo o desempenho eleitoral. Ora essa, e se o desempenho foi conseguido com base em práticas desonestas, Caixa 2 e outras maracutaias como as que estão vindo à tona agora?
Penso que a grande medida seria a cassação dos direitos políticos de todos os envolvidos em crimes políticos e a cassação do registro dos partidos que não expulsarem seus filiados envolvidos nessas pilantragens. O critério deveria ser por comportamento moral e não por desempenho eleitoral.
Faço esta análise hoje, mas não acredito que isso venha a acontecer sem que o eleitorado tome consciência e cobre de seus candidatos um compromisso nesse sentido, pois, se não o fizer, ficará tudo “como dantes” votando nos que mandam cartões de natal, por exemplo, e sabem também até o nome do papagaio e dos cães de estimação da família.
Além disso, penso que não devem se surpreender se acontecer um segundo turno entre dois populistas: Doria pelo PSDB, e Lula, pelo PT.
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Jauri Gomes de Oliveira