27/03/2018 às 10:25
Projetos continuados, desleixados e abandonados

Jauri Gomes de Oliveira – Deputado Emérito

Confesso que não resisti à tentação de escrever sobre o tema enfocado pelo título acima, em relação à administração de nosso município. Vejo que há projetos bons, implantados há alguns anos e aos quais foi dada continuidade e até foram ampliados. Nesse caso, cito o caso das creches, agora chamadas escolas de educação infantil – as EMEIs –, os postos de saúde, as chamadas ESF – Estratégia Saúde da Família – o Hospital Materno-Infantil, etc.
Há, por outro lado, aqueles projetos que foram desleixados, como o Pomar Municipal, a Horta Pública, o Parque Centenário, o Estádio Municipal e a Área Industrial. E existem, finalmente, os que foram totalmente abandonados como é o caso do Programa Cabras Leiteiras – conhecido como Programa Família Saudável – que, diga-se de passagem, salvou a vida de algumas crianças. Nesse caso, mesmo que tivesse salvo a vida de apenas uma criança já teria valido a pena, pois uma vida não tem preço. E agora, como ficaram as crias dessas cabras, que eram créditos da Prefeitura? No artigo “Cadê as cabras?” já perguntei sobre isso, mas não obtive resposta.
Na mesma situação de projeto abandonado está a fábrica de tubos, assim como a horta municipal e o pomar público. O estádio municipal encontra-se em estado de desleixo, e vejam só, isso acontece exatamente num país que ama o futebol! No País do Futebol! Dá pra entender tal contradição ou isso seria um paradoxo?
Quando assumi a Administração Municipal pela primeira vez, apenas dois distritos dispunham de energia elétrica. Em seguida, possibilitamos a implantação da energia a todos os demais, e com a água não foi diferente. As vilas da cidade eram escuras e sem água tratada. Implantamos o sistema de água e luz a elas. Na área da saúde, havia apenas o Hospital de Caridade e um posto de saúde no centro. Criamos vários outros postos e implantamos PSFs, as EFSs de hoje, criamos serviço municipal de saúde, implantamos o atendimento de crianças em creches, serviço pioneiro em São Luiz.
Na condição de prefeito, sempre dei continuidade às obras dos antecessores e, por isso, me permito o direito de cobrar. Assim, pergunto: Cadê as cabras? Cadê o pomar público e a horta municipal? Cadê, cadê e mais cadê?


 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Jauri Gomes de Oliveira