22/02/2013 às 14:08
PALAVRA

Imprescindível elemento,
sem o qual nada se mantém,
que assim chega no vento,
com a voz dos cantadores também.

Passam, passam, passam lentos,
permanecendo na memória,
vocábulos, através dos tempos,
construindo toda uma história.

Contadores, letristas e poetas,
falantes, escritores e amantes
escravizados, em toda época,
pela junção de fonemas significantes.

Tantos ideais e sonhos
por uma palavra realizados.
Muitos, contudo, foram
por esta mesma mortificados.

Palavra, elemento eterno,
apaziguadora, dona ou persuasiva,
assim como o leite materno,
tão indispensável à vida.

 

(*) Luciana Crespo Dutra é colaboradora do Jornal A Notícia; professora e revisora de textos; pós-graduada pela UERJ, com Especialização em Língua Portuguesa; bacharela e licenciada em LETRAS, formada pela UFRJ.
 

Carioca, radicada em São Luiz Gonzaga; professora e revisora de textos; pós-graduada pela UERJ, com Especialização em Língua Portuguesa; bacharela e licenciada em LETRAS (Português/Literaturas), formada pela UFRJ. 

Comentários

Mais posts de Luciana Crespo Dutra