10/09/2015 às 16:04
A natureza de cada um

Há semanas venho pensando numa parábola que ouvi há pouco mais de 10 anos quando buscava na família e nos amigos, conselhos sobre como superar momentos que para mim, eram de muitas dificuldades. Um deles me propôs uma leitura que lembro vez por outra e em especial, a poucos dias aconselhando uma pessoa próxima que sofreu uma ataque de gente que perdeu a noção no uso do poder que busca e recebe. É a parábola de um mestre do oriente que enquanto andava com seus discípulos viu uma cobra que estava prestes a morrer queimada, decidindo instintivamente tirá-la do fogo para salvá-la e aliviar o sofrimento daquele ser, mas quando o fez, a cobra o picou. Pela reação de dor, o mestre acabou soltando o animal que foi novamente ao fogo. Mesmo com muita dor o mestre tentou evitar novamente que ela se queimasse e antes que pudesse pegá-la, a cobra o picou pela segunda vez. Logo alguns discípulos vieram auxiliar o mestre, que antes de deixá-los amenizar a dor das suas feridas pegou um galho comprido e tirou a cobra para longe do fogo. Um dos observadores perguntou ao mestre se a atitude não seria teimosia, afirmando que todas as vezes que tentasse tirar a cobra do fogo ela iria picá-lo. O mestre então teria reunido a todos para explicar que “as vezes é preciso ter mais cuidado e ser precavido, mas nunca mude a sua natureza se alguém de faz algum mal. Assim como é da natureza da cobra picar, isto não pode mudar a minha, que é ajudar.”
A falta de honestidade, de lealdade, a traição, a violência, a injustiça e muitas vezes a ingratidão, ao nosso redor nos causa muita indignação, dor e incompreensão sobre as atitudes dos outros. Todavia, embora seja muito difícil, é preciso compreender que as atitudes que se revelam corriqueiras são da natureza de algumas pessoas e a sua reação a estas atitudes não deveriam ser na mesma lógica delas, se não for coerente com a sua natureza. Se você é do bem, da paz, tem e deseja continuar tendo uma vida digna da qual pode se orgulhar e honrar a sua família e amigos, mudar sua essência para reagir a alguém ou algo que te prejudicou, pode mudar também o rumo das boas coisas que você construiu e está consolidando.
A quem sente a necessidade de reagir contra alguém que fez algo negativo, aconselho a vencer os obstáculos mais difíceis, surpreender fazendo muito melhor do que se esperava de você. Fazendo o sucesso mais esplendoroso que se consegue, é possível atingir e até desnortear alguém que eventualmente tentava te prejudicar. O sucesso é um conjunto de pequenos esforços repetidos, com pequenas conquistas que vão se somando e sendo cada vez mais reconhecidos.
Quando me vejo diante destas situações, procuro lembrar de uma frase deixada por Charles Chaplin, ator, diretor e escritor britânico, que também recomendo aos amigos e leitores: lute com determinação, abrace a vida com paixão, perca com classe e vença com ousadia!

Um abraço e até a próxima. 

Administrador, Especialista em Marketing e Mestre em Engenharia de Produção.

É professor da Unijuí e convidado em diversas IES e sócio e consultor da Referenda Consultoria. Também é colunista de 9 jornais e revistas do interior do RS, blogs e newsletters e ainda é palestrante, pesquisador e escritor, com diversos artigos e 4 livros publicados nos temas planejamento, liderança, marketing e educação. 

Email: marcelo.blume@referenda.com.br

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Marcelo Blume