18/04/2019 às 16:16
O poder das redes de contato
As redes de relacionamento, ou redes de contato ou ainda, network, expressão mais conhecida no meio empresarial, sempre tiveram grande poder e permitiram longo alcance para iniciativas de interesse mútuo.
Embora se saiba disso há muito tempo e haja muita gente estudando, palestrando e escrevendo a respeito, ainda me impressionam as dificuldades de quem utiliza de forma inadequada as redes de contato. É frente vermos conhecidos utilizando seus contatos para comentar assuntos e compartilhar arquivos diversos, como notícias (verdadeiras e também falsas), memes, piadas, lazer e até flautas esportivas, mas não utiliza adequadamente para auxiliar os outros, ou para promover o trabalho, o negócio ou a marca pessoal.
Uma das melhores formas de estimular a rede de relacionamentos é ser capaz de auxiliar outras pessoas, de diferentes formas, seja elogiando o trabalho, promovendo o que os outros fazem, auxiliando na busca de um emprego, contato comercial e busca de soluções diversas. Ao auxiliar os outros, a pessoa vai construindo uma marca pessoal relevante, de generosidade, comprometimento e focada em soluções.
As redes de relacionamento não devem ser utilizadas somente quando é necessário vender, encontrar trabalho, buscar informações, cobrar posições ou pedir algo para si. O networking deve ser uma construção, com melhoria contínua, como um plantio de médio e longo prazo, para uma colheita generosa. Há estudos que mostram que os pensamentos e as atitudes são muito influenciadas pelas cinco pessoas mais próximas. Se são cinco, ou mais, não vem ao caso, porém, não há dúvidas de que é fundamental avaliar bem em quais meios e com quem convivemos, sobretudo, quem e o quê está nos influenciando.
Quem você conhece? Quem conhece você? O que você lembra e tem registrado das pessoas que você conhece? Como você pode acessá-las quando precisar ou desejar? O que as pessoas mais lembram de você? O que você tem oferecido para os outros lembrarem de você da forma desejada? Em quais meios você circula e como se apresenta? A forma como você apresenta o que faz de melhor, é adequada? Estas e outras questões são cruciais para a construção de uma marca pessoal positiva e apoiada numa excelente rede de relacionamentos.
Pedir auxílio algumas vezes pode ser salutar aos relacionamentos, todavia, a forma e a frequência destes pedidos devem ser bem pensadas. Uma indicação para vaga de trabalho, para um negócio, ou outra atividade, é semelhante a um aval, pois ao fazer a indicação, a pessoa empresta um pouco da sua credibilidade e do seu relacionamento naquela situação. Se a indicação gerar grande satisfação, aquele que indicou tem a marca pessoal, a credibilidade e o relacionamento fortalecidos. Por outro lado, se a indicação frustrar, dependendo da dificuldade, a imagem pessoal e o relacionamento de quem indicou podem sair desgastados. Como tantas situações na vida, uma indicação de contato e assunto gera tanto oportunidades, quanto ameaças e portanto, merece atenção e dedicação.
No início do texto mencionei o interesse mútuo e é algo que alguns acabam esquecendo. Reciprocidade, gratidão, empatia, ética e bom senso são valores caros nos relacionamentos. Ao contatar alguém, é preciso avaliar sobre os motivos pelos quais aquele contato se interessará pelo que há a oferecer. Além disso e talvez o mais importante antes de solicitar um contato para chegar onde se deseja, é avaliar bem quais as condições de manter-se neste lugar e nestes relacionamentos com o que se propõe, com a qualidade prometida e por um tempo razoável, capaz de deixar um bom legado.

Desejando uma rede de relacinamentos cada vez maior e mais efetiva, um abraço e até a próxima!

 

 

 

Administrador, Especialista em Marketing e Mestre em Engenharia de Produção.

É professor da Unijuí e convidado em diversas IES e sócio e consultor da Referenda Consultoria. Também é colunista de 9 jornais e revistas do interior do RS, blogs e newsletters e ainda é palestrante, pesquisador e escritor, com diversos artigos e 4 livros publicados nos temas planejamento, liderança, marketing e educação. 

Email: marcelo.blume@referenda.com.br

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Marcelo Blume