26/04/2019 às 15:20
DIAS CORREM

 Primeiro quadrimestre passou. Última semana.

            Na Economia, agora inicia o novo ano. Chegada a hora, realmente, de pensar. Na real.
            Família, trabalho, lazer. Formam o ‘triunvirato’ de qualquer ideia de planejamento. Estes três ‘eixos’ norteiam a vida cotidiana de quaisquer indivíduos, independentemente de raça, cor, religião, profissão, estado civil... Não seria possível separar a família do trabalho e lazer (descanso); estão entrelaçados.
            Ser saudável indica bem-estar do cidadão. Procura-se viver bem. Quem vive a mercê de cavar doenças, acaba-as por adquiri-las. A mente deve clarear as condutas pessoais. O ser humano não é um agente perfeito. Procura, acha.
            Preocupa a insistência de pesquisar diagnósticos para seus sintomas. Deixe-os de lado e vá à procura do tesouro que mostra a própria saúde. As pessoas estão vidradas em ‘cutucar a onça com vara curta’.
            Faça a sua parte. Não engorde. Caminhe. Não fume. Leia mais. Faça amigos. Ame sua família. Torne seu lar, um lar. Lave seu interior de sujeiras antigas e atuais. Diminuirão, com certeza, filas à procura de tratamentos desnecessários. E como populares reclamam!
            Muitos sintomas e sinais são ocasionados pela profissão, a dona idade, a falta de ocupação. Procurar artrose (RX e Cia) em pessoa com 70 anos... Claro que vai achar. Hipertensão arterial em obesos? A frequência é alta. Na hora de encher o prato e devorá-lo se esquece da pressão. E ainda, reclama que não há remédio no ‘postinho’. Enfisema ou bronquite em fumantes? Esperado. E por aí vão muitas patologias que poderiam ser evitadas com o bom senso de cada um. Isto sem falar nos acidentes de trânsito.
            A educação integral começa no lar. Nada de jogar responsabilidades para a escola.
            Acenda a lanterninha da alma e do cérebro. Curta seus dias. Eles não correm. Voam.
 
 
 
 

Médica

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Norma Benvenuti