07/06/2019 às 16:12
SENTIDO DA VIDA
Para entender melhor o título, pense numa vida sem sentido.
Monótona, horas incertas e longas...
            Cinco sentidos, anatomicamente, o ser humano carrega. E o sexto? A percepção do mundo. O relacionamento consigo, com o meio, com outros seres da natureza.
            Este sexto sentido faz o homem perceber a beleza do viver, de se comunicar, de sorrir, de amar.
            O verdadeiro sentido da vida está no interior de cada um. Esse reflete a brandura do olhar, a riqueza das palavras, do perfume exalado de sua interioridade, da paciência de ouvir confissões de queixumes ou conforto de outrem, de receber e dar aquele abraço nas horas tristes ou incentivadoras.
            Não ostente hora de face amarrada para a vida. Solte as feras que ruminam em você. O alívio emocional logo se apresenta. O mau humor envelhece, dá rugas não corrigíveis por plásticas, afeta família, cria pessimismo, leva a doenças psiquiátricas. Não há remédio ou troca de médico que cure. A psicologia pode explicar, mas afeta quem ouve, isola aquela pessoa, causa tristeza em terceiros.Medicamentos não bastam. Cadê o sentido de viver? Incentivos não faltam. O sol há de brilhar. A lua aparecerá rodando, rodando.As estrelas reluzem. Passarinhos cantam. A natureza faz festa. E você? Dance com ela. Escreva. Ria. Caminhe. Enfeite a casa. Ouça música. Xô tristeza!
‘...Fico com a pureza da resposta das crianças É a vida, é bonita e é bonita. Viver e não ter a vergonha de ser feliz Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz. Eu sei que a vida devia ser bem melhor e será. Mas isto não impede que eu repita.  É bonita, é bonita e é bonita’. Gonzaguinha.
            A percepção de sentir a vida brota de seu sorriso, do saber administrar as intempéries que vão se apresentando, a tornar o amargo em doce.
            De amargo só chimarrão! Sinta a vida. Não a deixe passar em vão.
 
 
 
 
 

    

Médica

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais posts de Norma Benvenuti