16/05/2017 às 10:18
Norma Dutra Bevenuti lançou sua quinta coletânea de crônicas
Norma Dutra Bevenuti lançou sua quinta coletânea de crônicas
Público prestigiou lançamento de mais um livro de Norma Benvenuti

Concorrido evento marcou o lançamento, com sessão de autógrafos, da nova coletânea de crônicas da médica Norma Beatriz Dutra Benvenuti, prestigiada cronista do jornal A NOTÍCIA, sexta-feira, dia 12, na Sala Ana Petrona. A iniciativa foi do Instituto Histórico e Geográfico e o objetivo foi prestigiar sua associada em mais uma iniciativa que fortalece a produção literária nesta cidade. Esta é a quinta coletânea de crônicas da autora, que coloca ao alcance do público, o olhar, a opinião e as ideias da cidadã e da médica em relação ao nosso estilo de vida, comportamento e reação em relação aos fatores que surgem e vão modificando conceitos gerais presentes em nosso cotidiano. Essas mudanças são resultado da evolução dos costumes, determinados pela tecnologia, que cria caminhos mais rápidos e de melhor resolução para chegarmos onde desejamos. A cronista assinala esses momentos, que não chega a ser um choque cultural, mas muda rotinas que melhoram o cotidiano de todos. Felizmente é assim, porque, ao contrário, significaria o atraso e rotinas superadas.
Na abertura da cerimônia de lançamento do livro, Norma Benvenuti lembrou sua trajetória profissional, com um canal de comunicação com o público, as suas crônicas, sempre atualizadas em relação ao momento. O livro em lançamento, “Tim Tim”, tem esse nome para celebrar a vida, tema presente em sua obra, disse Norma. A crônica é resultado de observações em torno do momento, do que está chamando a atenção ou que eventualmente não é percebido, embora exercendo influência na sociedade organizada. De forma muito espontânea, a autora passou essas e outras motivações presentes em suas crônicas, que são um testemunho do nosso tempo, avalisados pelo seu olhar.
Em seguida, fizeram uso da palavra, a desembargadora Catarina Rita Krieger Martins, apresentadora da coletânea; a médica Aracy Cunha de Oliveira, a autora do prefácio; e Anna Olivia do Nascimento, presidente do IHG e autora de artigo para explicar o desejo da autora de fazer dessa coletânea, uma forma de saudar e celebrar a vida, através do “Tim Tim” de taças.
Catarina lembrou a vivência muito próxima que teve com Norma e sua irmã Celina, na condição de estudantes no curso Normal do INSA, e, posteriormente, na formação de nível superior, em Santo Ângelo, quando a ligação rodoviária com São Luiz Gonzaga era em estrada sem pavimentação. Lembrou que as três chegaram onde queriam.
A médica Aracy Oliveira confessou ter sido surpreendida pelo convite para ser a prefaciadora do livro. Sem experiência nessa área, esforçou-se muito para corresponder ao convite. Leu todas as 134 crônicas e fez comentários em torno das que mais chamaram sua atenção.
Finalmente, fez uso da palavra, a presidente do IHG, Anna Olivia do Nascimento. Ela informou que para o Instituto Histórico e Geográfico, é motivo de regozijo o lançamento de obras de autores locais, porque são vertentes capazes de provocar ebulição na vida cultural da cidade. Sua manifestação foi importante pelo conhecimento transmitido.
Encerrado o momento das manifestações, Norma fez entrega de exemplares de seu livro e de uma garrafa de champanhe às autoras da apresentação, do prefácio e da manifestação final em torno da importância de se celebrar a vida, convite que está expresso no título do livro – “Tim Tim” - cujo lançamento ocorria naquela solenidade.
Depois de uma pausa para ouvir Eduardo Ferraz e seu violão, iniciou a sessão de autógrafos e o coquetel, que ocupou os presentes por mais de uma hora.

 

Crédito da foto - José Grisolia Filho/AN

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral