09/11/2017 às 17:27
Executivo Municipal adota medidas para contenção de gastos

Ações buscam gerar economia e garantir o pagamento em dia da folha dos servidores municipais

Com as atuais dificuldades financeiras e orçamentárias enfrentadas pelo município, o Executivo Municipal estuda ações para contenção de despesas. Nesta semana, com o decreto número 4.938/2017, foi estabelecida a proibição da concessão de horas extras a partir de dezembro deste ano.
O prefeito Sidney Brondani destaca que a medida é necessária para que a folha de pagamento do funcionalismo e outros compromissos do município sejam quitados em dia. “A prioridade é pagar o salário dos servidores municipais sem atraso. Sabemos que a medida do corte de horas extras é algo drástico, mas necessário. Não podemos apenas lamentar a situação, para superar os problemas financeiros precisamos agir”. Caso exista a necessidade de serviço extraordinário, será observado o decreto número 4.531/2015, o qual regulamenta o sistema de compensação de horas no Executivo Municipal.
EXPEDIENTE INTERNO
Também com o objetivo de diminuir os gastos, o decreto número 4.939/17 estabelece expediente interno – das 15 horas até as 16 horas – na Prefeitura de São Luiz Gonzaga, a partir de segunda-feira, 13 de novembro. A medida abrange as secretarias da Administração, Fazenda, Agricultura e Planejamento, as quais irão realizar o atendimento ao público até às 15 horas.  

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral