12/01/2018 às 10:05
Formanda em Arquitetura e Urbanismo faz projeto de “Requalificação do Parque Centenário”
Formanda em Arquitetura e Urbanismo faz  projeto de “Requalificação do Parque Centenário”
Ananda Kleinubing

A são-luizense Ananda Kleinubing, 28 anos, filha de Sonia Kleinubing e Ivo Hamerski Vieira, acabou de se formar em Arquitetura e Urbanismo, na URI Santo Ângelo, e o seu Trabalho Final de Graduação foi um projeto de “Requalificação do Parque Centenário”. Segundo a nova profissional, “a proposta busca a melhoria do espaço existente, que encontra-se abandonado e em estado de deterioração, através da criação de um ambiente multifuncional, que abrange pessoas de diferentes classes sociais e idades. O objetivo era criar espaços de lazer, cultura e esporte, onde o conceito principal do projeto é a integração. Em nossa cidade, há poucos espaços de lazer, onde as principais praças encontram-se na parte central, desta forma, o Parque Centenário torna-se de grande valor, pois apesar de seu estado atual, ainda é utilizado”, destaca.
LAZER - “Nesse projeto, além de manter a pista de Moto-Cross e o espaço dos escoteiros, foram criados espaços de lazer, como academia ao ar livre, parquinho infantil, quiosques com lancherias e sanitários, quadra poliesportiva e quadra de areia, pista de skate, anfiteatro para eventos da cidade, que atualmente são feitos na Praça da Matriz ou em frente a Prefeitura, Chimarródromo, um Centro Cultural, que tem como objetivo atingir a comunidade local, principalmente quem não tem acesso a cultura, através da biblioteca e aulas de dança, arte e música, pista de caminhada e ciclovia, além de estacionamento”, comenta a profissional.
PROJETO - Segundo Ananda, para o desenvolvimento do projeto, ela teve auxílio da Prefeitura em relação a leis e plantas do atual lote, com o engenheiro Marcus Prado. O projeto todo é composto de fotos, maquete e um vídeo, que mostra as principais mudanças no Parque Centenário, em sua visão arquitetônica e urbanística. “Eu escolhi a requalificação do espaço em função de ser da minha cidade natal, e quando você faz o projeto final, é algo trabalhoso, que envolve o ano inteiro, então tem que ser um tema que você se identifique. Como estudante de Arquitetura, sei o quanto é importante para as cidades terem espaços de lazer, esporte e cultura, e em nossa cidade, infelizmente, falta muito isso, então vendo todo aquele espaço lá se deteriorando, foi uma ideia instantânea, pois sempre quis fazer algo que acrescentasse na vida das pessoas, que realmente pudesse ser utilizado pela maioria. Em visita ao parque, vi mais ainda como era importante ser feito algo naquele espaço, porque as pessoas o utilizam mesmo estando abandonado”, completou. Ananda concui dizendo que, “como formanda, agora pretendo fazer mestrado e trabalhar esse ano, buscando experiência no dia a dia da profissão”.

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral