08/02/2018 às 15:01
Bonita festa marcou as comemorações das Bodas de Ouro do casal Olívio e Judite Dutra
Bonita festa marcou as comemorações das Bodas de Ouro do casal Olívio e Judite Dutra
Olívio e Judite no ato ecumênico comemorativo dos 50 anos de casados

Foi uma bela e emocionante festa para comemorar as Bodas de Ouro do casal Olívio e Judite Dutra. A recepção teve lugar na residência da família, na Rua Rio Branco, no Bairro Duque de Caxias. A antiga chácara, com a aposentadoria dos filhos de Cassiano e Amélia, a maioria ali residente, foi transformada em área de lazer. Tudo começou com um mato cultivado. As árvores são novas e plantadas para atender um projeto de ocupação para uso comum da família. O conjunto de casas passou por reforma e melhoramentos, mas continuam marcantes pela sua simplicidade.
O portal de acesso foi inaugurado alguns anos atrás, como homenagem às famílias Oliveira/Dutra. Ali estão os nomes do Cassiano e Amélia, os genitores. Um tapete vermelho, ligando a calçada com o portal, indicava o caminho de acesso aos convidados. Ali eram recebidos por uma equipe, com a entrega de lembranças do evento. Quem chegava, já percebia que o cenário da festa estava montado. Ao mesmo tempo, os visitantes eram recebidos pela “Mãe Água”, escultura em tamanho natural de uma fonte permanente de água, muito bonita e representativa.
As mesas estavam instaladas ao ar livre, protegidas por sombra natural. Os convidados eram amigos pessoais do casal, quase todos de São Luiz Gonzaga, personagens da política a que Olívio se sente ligado, e os vizinhos, alguns deles parentes. Às 18h15min, iniciou a cerimônia religiosa, ato ecumênico com a presença do padre Tarso Alles, da paróquia local, o pastor Silvio Schneider, da Igreja Luterana e o representante das religiões africanas, Babalorixá Eder de Oiá Ogunita, membro da família e residente em Porto Alegre. Essa cerimônia teve lugar em uma construção circular, no formato de um coreto, onde a família eventualmente se reúne para momentos de conversa. Mas é também um marco de que a urbanização do terreno terá novas obras no futuro.
O ato ecumênico iniciou com o canto de Noel Guarany, e teve sequência com os três religiosos, que pronunciaram conteúdo destacando o valor da vida, o amor, os sentimentos de valorização da família. Salientaram que Olívio teve vida pública voltada ao cumprimento dos deveres do governante, distribuindo os favores do Estado de forma a atender todos os segmentos da sociedade gaúcha. Houve a bênção das alianças e uma cerimônia especial a cargo de Eder de Ogunita. Ao final, ainda no coreto, Olívio e Judite receberam os cumprimentos dos convidados, que depois se acomodaram nas mesas montadas em bonita área de mata.
Nas mesas, os convidados degustaram entradas de frios e linguiça em fatias. Várias bombas de chopp estavam instaladas, permitindo aos próprios convidados se servirem. Outras bebidas, especialmente refrigerantes, eram servidas por garçons. A conversa sempre esteve animada e a música nativista espalhava som para todos. Olívio e Judite foram de mesa em mesa cumprimentar os convidados. O jantar foi servido em um bufê localizado em ponto convergente para todos os 230 convidados presentes. Momento especial foi o corte do bolo dos 50 anos, quando Olívio e Judite tiveram a companhia dos filhos Laura e Spartacus, com a esposa Manuela e os filhos Lorenzo e Benício. Um palco foi montado para os artistas que desejassem expressar-se musicalmente. A grande atração foi Jorge Guedes e Família. A festa entrou na madrugada, em clima de comemoração e felicidade. A coordenadora do evento foi Eloísa Pes, com a participação da Zoom, na recepção, filmagem e fotografia e de um elenco de jovens que ajudaram no atendimento aos convidados.
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral