08/08/2018 às 11:09
Presidente do CPERS alerta para reforma no ensino, que transfere o Ensino Fundamental aos Municípios e estabelece aulas através do sistema EaD para parte dos conteúdos do Ensino Médio
Presidente do CPERS alerta para reforma no ensino, que transfere  o Ensino Fundamental aos Municípios e estabelece aulas através  do sistema EaD para parte dos conteúdos do Ensino Médio
Momento da visita da presidente estadual do CPERS, Helenir Schürer, acompanhada de dirigentes do 33º Núcleo

 A Caravana em Defesa da Escola Pública, que o CPERS realiza em todo o Estado, teve etapa em São Luiz Gonzaga, sexta-feira passada. A caravana está percorrendo o RS em ônibus especial, com a presença de 30 dirigentes do CPERS, tendo à frente, a presidente, Helenir Aguiar Schürer.

Em todos os municípios, a Caravana em Defesa da Escola Pública visita as escolas estaduais para estabelecer contato com os professores. O objetivo é discutir a realidade do magistério gaúcho, que ainda não conquistou o piso nacional da categoria e, como parte do funcionalismo do Estado, sofre com o atraso no pagamento dos salários, que se estende até meados do mês seguinte. Também tem a finalidade de informar sobre a Reforma do Ensino Médio, que abre um fosso entre a escola privada e a pública, que poderá aplicar 40% dos cinco percursos formativos (ciências humanas, ciências da natureza, linguagem, ciências exatas e ciências sociais) pelo sistema EaD – Educação a Distância. Para a presidente do CPERS, adolescentes não estão preparados para esse tipo de formação, que exige muita disciplina pessoal para absorver conteúdos, sem o professor na sala de aula. De acordo com Helenir, nesse cenário, enquanto a escola privada continuará com seu modelo atual, a escola pública perderá qualidade e, assim, não transmitirá conhecimento suficiente para preparar os alunos ao ingresso no ensino superior. Se estabelece, assim, uma divisão de classes que repercute nos limites dados ao aluno da educação pública, disse Helenir.

Outra consequência dessa reforma, é a entrega do ensino fundamental aos municípios, exatamente quando o Fundeb está com os dias contados, com o cancelamento dos repasses financeiros feitos ao ensino municipal. Para Helenir, os municípios terão aumento de encargos assumindo integralmente o ensino fundamental, ao mesmo tempo que os recursos do Fundeb são cancelados.

A presidente estadual do CPERS disse que o magistério estadual está desanimado em relação a conquista de suas reivindicações  e, como consequência, sua indignação não gera combustível para atos de protesto. A missão maior desse momento, disse Helenir, é fazer o magistério estadual acreditar na pressão que pode exercer perante o governo. Todas as Regiões Escolares do Estado estão sendo visitadas.

A direção do 33º Núcleo do CPERS se integrou à Caravana em Defesa da Escola Pública na visita aos municípios que integram a 32ª Região Escolar do Estado. Na visita ao jornal, a presidente Helenir Aguiar Schürer estava acompanhada do presidente do 33º Núcleo do CPERS, Joner Marchi Nascimento, e das professoras, Delci Griebeler, Lenita Barcelos e Viviani Catelan.     

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral