10/09/2018 às 09:00
Destaques - José Grisolia Filho

 Qualidade do Ensino

Em recente entrevista concedida ao jornal “A Notícia”, o secretário da Educação do Estado, Ronald Krummenauer, fez declarações importantes, que vamos  reproduzir a seguir:

- A rede escolar do Estado é formada por 2.500 escolas, em todos os municípios do Rio Grande do Sul. Destas, este ano, 963 estão com obras de manutenção concluídas e 680 em andamento.

- Para desburocratizar, o Estado está remetendo diretamente às escolas, os recursos financeiros para execução de obras de manutenção, até o valor de R$ 330 mil, que adota a prática de licitação através de carta-convite. Além de dar celeridade ao processo, prestigia empresas locais e regionais que participarão da licitação.

- Para o secretário Krummenauer, entre os legados do atual mandato do Governo Sartori, na área da Educação, destaca ter estancado a queda, que vinha se registrando anualmente, na qualidade do ensino público no Rio Grande do Sul. Ronald acredita que se inicia a recuperação da qualidade perdida.

- O secretário declarou que a educação enfrenta momento de perdas de referências, porque o modelo de ensino não foi atualizado, permanecendo em modelos superados; não cuidou, como deveria, da formação dos professores, levando em conta processos modernos; não cuidou de absorver tecnologia renovadora e nem ocorreu a valorização do magistério. Avaliação histórica, levando em conta vários mandatos de governadores.

- Ronald Krummenauer revelou que a Secretaria da Educação implantou projeto piloto para uso de novas tecnologias no ensino/aprendizagem, com o uso de smartphone por 10 mil alunos. O objetivo é verificar o ganho a ser obtido pelos alunos.

- Houve grande redução no número de alunos matriculados nas escolas do Estado. Nos últimos 15 anos, o efetivo caiu de 1,5 milhão para 900 mil estudantes. Para o secretário da Educação, as greves seriam o principal motivo para essa redução.

- Com a redução no número de alunos, especialmente em áreas urbanas, prédios desativados são repassados aos municípios, para instalar Escolas de Educação Infantil.

- Quanto ao pagamento parcelado dos salários, disse que essa situação encerrou em agosto de 2017. A partir dessa data, o calendário foi estabelecido para pagamento ao longo da primeira quinzena do mês seguinte, por faixas salariais, do menor ao maior. Todos recebem a cada 30 dias, disse.  

 

Viagem Cultural

Depois do sucesso da excursão promovida pelo Instituto Histórico e Geográfico à região missioneira argentina, os participantes e outros interessados, solicitaram à entidade, que continue realizando viagens culturais. Em vista disso, a próxima excursão será realizada de 4 a 10 de fevereiro de 2019, com visitas à Colônia do Sacramento, no Uruguai, de onde seguirá a Lujan, Buenos Aires, La Plata e Jateju. A excursão é destinada aos associados do IHG, que devem manifestar o seu interesse na sede do Instituto Histórico e Geográfico.

Novo associado na ACI

A empresa Borré & De Paula Ltda., razão social da loja Life Fitwear, instalada na Rua Dr. Bento Soeiro de Souza, 2601, foi incluída no rol das associadas da Associação Comercial e Industrial de SLG. As sócias da empresa são Carlise Borré e Eliane de Paula. A loja faz a venda de confecções.

 

Almoço de Ideias

A ACI vai realizar Almoço de Ideias dia 10 de outubro, para comemorar o 85º aniversário da entidade, a ocorrer no dia 8 de outubro. O palestrante será o professor universitário Marcelo Blume. Ele colabora em “A Notícia”, com artigos publicados nas edições de fim de semana. O tema de sua palestra será o desenvolvimento local e da região, pelo viés do comércio e da indústria.

 

Doação de DVDs

O gerente da Rádio São Luiz, Luiz Oneide Nonemacher, fez doação de cerca de 10 DVDs à Associação Comercial e Industrial. Os temas dizem respeito ao desenvolvimento empresarial. Esse material agora está à disposição dos associados, que poderão retirá-los na sede da entidade, para vê-los em casa ou na empresa. Luiz Oneide integra a diretoria da ACI e preside a Expo São Luiz/2019.

 

Incentivo ao uso de bicicleta

Depois de nove anos de tramitação, o Senado aprovou esta semana, projeto de lei que destina 15% do valor arrecadado por multas de trânsito, em programas de incentivo ao uso de bicicleta. Toda cidade com mais de 20 mil habitantes, poderá solicitar recursos, através desse programa, para construir ciclovias. A matéria ainda depende da sanção presidencial.

 

Motoristas bêbados

Em 2017, ocorreram 5 mil acidentes nas estradas brasileiras, motivadas por motoristas em estado de embriaguez. 408 pessoas morreram. O custo para o atendimento de feridos, reconstrução de trechos de estradas e todas as demais despesas decorrentes dessas infrações, custam ao governo, R$ 50 bilhões/ano.

 

Pesquisa do Ibope

A primeira pesquisa do Ibope, feita depois do início do programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, indica os maiores partidos políticos em má situação. Alckmin, apresentado pelo PSDB e uma grande coligação, teve apenas 9% de preferência, e o candidato Henrique Meirelles, do MDB, considerado o maior partido do Brasil, tem apenas 3%. O PT, com Fernando Haddad, está com 6%, partido que ganhou as quatro últimas eleições presidenciais.  Bolsonaro, candidato apresentado por um partido nanico, o PSL, tem 22%; Marina, que está em segundo lugar, com 12%, é candidata da Rede, um partido novo, recém conquistando adeptos. O PDT, que também é um partido pequeno, com Ciro Gomes de candidato, obtém 12% e está empatado com Marina. A melhor posição de candidatos representando partidos com pouca representação parlamentar pode indicar o forte sentimento de mudança dos eleitores.    

 

Horário de verão

Estamos a 42 dias do início do horário brasileiro de verão. Na sua próxima vigência, ele irá da zero hora de 21 de outubro até às 23h59min de 16 de fevereiro de 2019. Serão 118 dias para quem detesta levantar mais cedo. E outro tanto para os que gostam de esticar no final de tarde, com o sol em seu esplendor.

 

Trajes descontraídos

O conhecido colunista e advogado Marco Antonio Birnfeld, do “Jornal do Comércio”, muito apreciado pela busca permanente de fatos diferenciados ocorridos no cotidiano, registrou esta semana em sua coluna, que nova norma interna no Banco do Brasil está autorizando seus funcionários a tabalharem de bermuda – o que, por razões climáticas, já poderá ser praticado no Norte e Nordeste, a partir de segunda-feira. No Sul do Brasil, valerá a partir de outubro. Liberação na mudança do traje tem, porém, uma ressalva: “camisas de clubes de futebol ou de partidos políticos estão proibidas”.

 

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral