01/12/2018 às 08:40
Memória Cultural

esteves.anoticia@gmail.com

 

Encontro de Gênios nos EUA

 

Charles Chaplin foi um grande gênio do cinema mundial, desde os tempos dos filmes mudos. E Albert Einstein foi um dos maiores gênios da história científica. Um encontro histórico ocorreu entre os dois gênios nos Estados Unidos, em fevereiro de 1931.

Os biógrafos divergem sobre o diálogo travado entre os dois quando, ao chegarem ao cinema, ambos foram saudados por uma multidão em delírio. Numa das versões, Einstein teria dito a Chaplin:

- O que eu mais admiro na sua arte é a universalidade. Você não diz uma palavra, mas o mundo compreende-o.

Chaplin teria respondido:

- Verdade. Mas a sua glória é ainda maior! O mundo inteiro admira-o e, no entanto, ninguém compreende uma única palavra que você diz.

Existe uma segunda versão para o breve diálogo entre os dois gênios. Charles Chaplin teria dito:

- Estão a aplaudir-nos aos dois. A você, porque ninguém o entende; e a mim, porque todos me entendem.

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral