31/01/2019 às 17:07
Um novo prédio está em construção no Lar Escola para abrigar adolescentes de 12 a 18 anos
Um novo prédio está em construção no Lar Escola para abrigar adolescentes de 12 a 18 anos
Este é o prédio em construção no Lar Escola

O Lar Escola Nossa Senhora Conquistadora está construindo novo prédio na instituição, para abrigar jovens de 12 a 18 anos que eram atendidos pelo antigo Combem. O prédio tem 150m2 e dispõe de quartos com banheiros e todas as demais instalações de uma casa de família, para atender um número médio de 40 meninos e meninas. A casa ocupa terreno do Lar Escola e tem frente para a Rua Dinarte Vieira Marques. O prédio já está com as paredes levantadas até o respaldo, no ponto em que receberá pré-laje em breve. 

 

Na visita que fizemos a essa obra, esta semana, fomos recebidos pela Irmã Jandira, Fernando Queiroz e Ivan Martins Andrade, que constituem a comissão de obras do Lar Escola. Eles informaram que o prédio está sendo construído exclusivamente com doações da comunidade. Agora é a fase da pré-laje e, para isso, a entidade está contando com a doação de recursos financeiros de parte dos são-luizenses.
 
 
Aliás, a esse respeito, pode se contar uma história muito bonita: o Lar Escola não conta com verbas públicas, mas as doações espontâneas que recebe, em alimentos, dinheiro e outros benefícios, têm mantido a instituição. “Trata-se de uma casa abençoada”, disse Irmã Jandira, porque as doações chegam todos os meses, de forma espontânea. Agora é um pedido especial, porque está sendo feita uma casa que, mesmo dotada apenas do essencial, tem um custo para fazê-la.
 
 
Fernando e Ivan estão empolgados com a obra e acompanham “pari-passu” o andamento da construção. Quando a obra dá sinais de paralisação, por falta de material de construção ou recursos para pagar os operários, ambos fazem visitas a amigos, com quem conseguem recursos para fazer a obra avançar. Quem desejar ajudar, é só dirigir-se ao Lar Escola, falar com a Irmã Jandira, o Fernando ou o Ivan, e os demais atendentes, todos estão autorizados a receber doações.
 
 
O Lar Escola atende uma média de 50 meninos e meninas. Parte fica abrigada na instituição e parte é atendida no turno inverso ao da escola. Todos recebem reforço escolar e se iniciam em atividades profissionalizantes. Com o aprendizado obtido, conseguem trabalho nas empresas da cidade. A permanência na instituição não é permanente, isso ocorre quando a criança está em situação de risco, em função da desestruturação familiar. Quando essa situação é resolvida, a criança volta ao convívio familiar e o atendimento no Lar Escola vai se reduzindo ao tamanho das necessidades ainda presentes. 
 
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral