30/05/2019 às 09:19
Última semana de vacinação contra gripe tem foco nas crianças
A campanha nacional de vacinação contra a gripe vai até esta sexta-feira (31). No Estado, ainda há mais um milhão de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e ainda não foram vacinadas. No total, mais de 2,7 milhões de pessoas já se vacinaram, o que representa 71,4% de cobertura. Entre os públicos, o principal foco são as crianças, cujo alcance, no momento, é de apenas 64%. Até o final desta semana, a imunização está disponível em todas as unidades básicas de saúde.
 
Entre as crianças, os índices apontam ainda que a procura pela vacina cai de acordo com o avanço da idade. Quando o recorte é do público com mais de seis meses a menores de 2 anos, a cobertura atual é de 72%. Entre as que têm entre 2 e 4 anos, o alcance é de 66%. A campanha de vacinação deste ano teve a ampliação da faixa etária para as crianças de 5 anos. E são justamente elas as com menor índice: 52%.
 
Para a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri, entre os possíveis motivos para a baixa adesão está o mal entendido quanto a vacinação e a época de viroses. “Muitos pais ou responsáveis acham que quando a criança está com resfriado, coriza ou até em tratamento com antibiótico, ela não pode receber a vacina. Mas, sim, podem fazer a imunização normalmente nesses casos”, esclarece. “A única contraindicação é quando a pessoa, seja ela criança, adulta ou idosa, esteja com febre, para que esse sintoma não se confunda com uma possível reação a vacina”, completa Tani. Ela acrescenta que, nesses casos, a pessoa deve aguardar a febre passar para fazer a vacina.
 
No ano passado, as crianças foram o grupo com a menor cobertura registrada, 67%. Por isso, elas (juntamente com as gestantes) foram as primeiras a começarem a vacinação, em 10 de abril, enquanto a imunização para os demais grupos foi aberta em 22 de abril.
Doses aplicadas e cobertura dos grupos prioritários no RS:
 
# Crianças: 473 mil (64%)
# Gestantes: 69 mil (66%)
# Trabalhadores de saúde: 230 mil (73%)
# Puérperas: 15 mil (86%)
# Indígenas: 21 mil (82%)
# Idosos: 1 milhão e 230 mil (84%)
# Professores: 101 mil (91%)
# População privada de liberdade: 20 mil (54%)
# Funcionários do sistema prisional: 5 mil (97%)
# População com comorbidades: 547 mil (56%)
# Policiais e militares: 23 mil (57%)
# TOTAL: 2.734.498 doses aplicadas (71,4%)
 

(Fonte: Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde) 

 

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral