11/06/2013 às 15:17
Mesmo com falta de areia em parte do RS, produto ainda é encontrado com facilidade em São Luiz

Preços variam bastante em São Luiz, entre R$ 65,00 e R$ 85,00 o metro cúbico


No mês de maio, a Justiça Federal determinou a proibição temporária da extração de areia no Rio Jacuí. As três mineradoras atingidas pela medida fornecem 95% do insumo para construtoras da Capital. Há cerca de três semanas, dragas, caminhões e marinheiros estão parados. A falta do insumo no mercado, que já afeta obras dos corredores de ônibus da Capital para a Copa de 2014, começa agora a tirar o sono - e o emprego - dos trabalhadores.
Com estoques raspados, distribuidores de areia começam a dar férias coletivas e a demitir funcionários. O presidente do Sindicato dos Depósitos, Distribuidores e Comércio de Areia do Rio Grande do Sul (Sindareia), Laércio Thadeu Silva, afirma que o veto pode causar cerca de 600 demissões na Capital, Região Metropolitana e Vale do Taquari. Segundo Laércio, o metro cúbico da areia passou de R$ 37,50, em média, na Capital, para R$ 70,00 e até R$ 100,00.
Em São Luiz Gonzaga, conforme as empresas pesquisadas, ainda não há falta de areia no mercado. Em uma destas empresas, mesmo com todos os problemas que vem ocorrendo na Capital do Estado, o produto não chegou a ficar escasso nesta região, com o preço variando entre R$ 65,00 e R$ 70,00 o metro cúbico. Neste local, a entrega da areia é feita por vários fornecedores diferentes, não sabendo-se de onde é a procedência do produto. Este é o mesmo caso de outra empresa que trabalha com materiais de construção: não há falta do produto no mercado – ainda – e o valor do metro cúbico chega a R$ 85,00.
Em outra empresa pesquisada pela redação de A NOTÍCIA, também não há falta de areia na cidade ou na região. Conforme o proprietário da loja, a abundância se deve aos grandes estoques em cidades como Uruguaiana, Cacequi, Rosário do Sul e Manoel Viana ao contrário do que ocorre na Capital do Estado, onde o único depósito é o Rio Jacuí. Nesta empresa, o preço médio do metro cúbico de areia fica entre R$ 65,00 e R$ 70,00. Na quarta empresa especializada em materiais de construção, a situação é a mesma das demais. Não há falta do produto e o preço médio do metro cúbico da areia é de R$ 70,00.
Em uma construtora da cidade, a areia também é proveniente de cidades como Cacequi e Manoel Viana, por isso, ainda não há falta do produto em São Luiz Gonzaga. Na empresa, o metro cúbico é comercializado a R$ 75,00. Na última construtora pesquisada, a areia ainda é conseguida sem problemas, embora o “areião” já esteja em falta no comércio. Conforme o funcionário da empresa, com o colapso na região da Bacia do Jacuí, as construtoras estão vindo para a região da Bacia do Vacacaí (Santa Maria e Restinga Seca), fazendo com que o produto possa faltar dentro de poucas semanas. Nesta empresa, a areia é vendida ao valor de R$ 80,00 o metro cúbico.
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral