26/01/2018 às 15:49
Polícia

Polícia Civil deflagrou a Operação Primeira Querência

Polícia
Os materiais apreendidos durante a operação

Na manhã desta sexta-feira, a Polícia Civil deflagrou a Operação Primeira Querência, nas cidades de São Nicolau e Porto Alegre, visando o combate ao tráfico de drogas e organização criminosa. Conforme a delegada de Polícia Regional, Tanea Regina Bratz, a Operação Primeira Querência teve início em agosto, quando do recebimento de informações que davam conta de que drogas estavam sendo trazidas de Porto Alegre para serem vendidas na cidade de São Nicolau.
Após um breve monitoramento dos alvos, foi possível verificar a procedência das informações, fazendo com que no dia 3 de setembro de 2017, o indivíduo responsável pela venda de drogas em São Nicolau fosse preso em flagrante na cidade de Cruz Alta, no momento em que fazia a entrega de 31 buchas de cocaína para uma mulher. Ambos foram postos em liberdade ainda no mês de setembro.
Em Porto Alegre, o alvo principal é uma mulher, radicada há muitos anos na Capital, com uma organização criminosa bem montada na Vila Nazareth, com foco no tráfico de drogas, mas, conforme se pode perceber no monitoramento, também articulava outros crimes, como um furto/roubo a banco em São Nicolau, que não foi realizado devido a ações preventivas da Polícia Civil. A organização é formada pelo filho, neta e irmã da mulher responsável pelo gerenciamento dessa célula criminosa.
Diante disso, foram representados e deferidos oito mandados judiciais, sendo seis de busca e apreensão e dois de prisão. Sete agentes da 27ª Região Policial deslocaram até Porto Alegre, onde foram apoiados por equipes do DENARC, para cumprimento dos mandados judiciais. Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidas pequenas porções de maconha e cocaína, material para embalar drogas, mais de R$ 2 mil em dinheiro, celulares, uma arma de fogo raspada, entre outros objetos.
Uma menor que estava em um dos locais, foi apresentada no DECA, onde foi realizada a apreensão em flagrante. O homem e a mulher investigados e com mandados de prisão preventiva, não foram localizados e são considerados foragidos. A Operação leva o nome em referência ao título carregado por São Nicolau, denominada "A primeira querência do Rio Grande".

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Polícia