Campanha proporciona doação de seis climatizadores ao Hospital São Luiz Gonzaga
04 de Agosto de 2017 às 18:10
Campanha proporciona doação de seis climatizadores ao Hospital São Luiz Gonzaga
Os doadores, a idealizadora da campanha e a direção do Hospital

 Por iniciativa da vereadora Ana Clara Brum de Barros (PT), seis climatizadores foram doados ontem ao Hospital São Luiz Gonzaga, para serem instalados nos quartos existentes no andar superior, que está frontal com o Oeste e, portanto, sofre com o sol durante as tardes, especialmente no verão. 

A vereadora Ana Barros, ao perceber essa necessidade, decidiu fazer uma campanha junto a empresas e entidades sindicais que atuam em nossa região, para fazerem doação de climatizadores. Como são nove quartos e uma área maior onde está instalada a maternidade (local onde as mães permanecem com filhos), a necessidade é de 10 aparelhos, dos quais já foram doados seis, pela Rádio São Luiz, Deltasul, Sindicato dos Comerciários, Sindicato da Alimentação e Sindicato de Trabalhadores da Construção Pesada, com sede em Porto Alegre e a Regional Missões II, que congrega os Sindicatos de Trabalhadores Rurais desta microrregião. Faltam quatro doações para a campanha ser encerrada. Quem desejar presentear o Hospital com esse benefício, que vai atender segurados do SUS, deve procurar a vereadora Ana Barros, na Câmara de Vereadores ou a Administração do Hospital. 
No ato de entrega dos seis aparelhos, a diretora administrativa do Hospital, Iria Diedrich, agradeceu o desprendimento da vereadora Ana Barros, pela iniciativa e o apoio de duas empresas e do movimento sindical local. Iria disse que grande parte dos problemas e necessidades do Hospital são resolvidos por essa via, da doação pura e simples, o que confirma o espírito participativo da nossa gente. A vereadora Ana Barros também falou para agradecer aos doadores de aparelhos climatizadores e fazendo um apelo às demais pessoas, empresas e entidades, para que assumam a doação de mais quatro aparelhos, para que todos os quartos passem a ter climatizadores.
No entanto, esses aparelhos não poderão ser instalados agora, porque antes disso é preciso substituir a rede elétrica instalada no Hospital. Essa estrutura está envelhecida e já não suporta mais carga na rede elétrica existente. Por isso, a substituição da rede elétrica deve ocorrer o mais breve possível. A esse respeito, o prefeito Sidney Brondani fez entrega de projeto em Brasília, no Ministério das Cidades, solicitando recursos para implantação de nova rede elétrica e reforma em mais três unidades internas do estabelecimento. Iria aguarda a liberação desse recurso, estimado em R$ 2 milhões e 600 mil, para atender essa necessidade.