São-luizense Lincon Ramos também concorre aos “Melhores do Ano” da música gaúcha
09 de Janeiro de 2018 às 18:11
São-luizense Lincon Ramos também concorre aos “Melhores do Ano” da música gaúcha
A capa do CD de Lincon, “Com permisso, este é meu canto”

Na última semana, foram divulgados os 60 concorrentes ao prêmio de “Melhores do Ano” da música gaúcha, promoção de Giovani Grizzotti, pelo site G1RS, e que já está com as votações abertas em 12 categorias. São Luiz Gonzaga tem quatro representantes na promoção: Ricardo Comassetto concorre nas categorias “Melhor música de festival e Melhor gaiteiro/instrumentista”; Anahy Guedes, como “Melhor cantora”, Erlon Péricles, nas categorias de “Melhor música e Melhor compositor”, além de Lincon Ramos, na categoria “Revelação”.
Lincon Ramos é músico, cantor e compositor. Gaiteiro nascido e criado em São Luiz Gonzaga, filho de Maria do Carmo Ramos da Silva e João Souza da Silva, começou tocar e cantar aos oito anos de idade, juntamente com seu irmão e, em seguida, com grupos da região, inclusive com primos da família (Nenê Guedes e Família) que tinham conjunto na cidade. Mais tarde, ainda adolescente, foi para a Capital gaúcha, onde tocou com grandes músicos, como Juliano Trindade, o Bonitinho, Grupo Os Mirins, onde teve a honra de tocar ao lado do maior nome da gaita gaúcha, Albino Manique, inclusive participando de seu disco solo como gaiteiro e instrumentista. Ainda nos Mirins, gravou o trabalho de 40 anos de carreira do grupo, onde teve a alegria de interpretar a música “Meu nome é Tchê”, que veio a se tornar um dos grandes sucessos da música gaúcha.
Depois, em Santa Catarina, participou com o Grupo Os Nativos, grupo de grande expressão na época pelo seu sucesso e por ter a maior estrutura de shows e bailes do Sul do Brasil. Fez uma turnê de shows com o cantor e compositor Elton Saldanha e logo em seguida, veio a integrar o Grupo Campeirismo, que acompanha João Luiz Corrêa, onde permaneceu até 2016.
Nesse período, que durou em torno de 22 anos, atuando como músico desses grupos, se apresentou em shows e bailes em todo o Brasil, com uma média de 180 apresentações por ano. Também trabalhou como músico de estúdio, produtor e arranjador em todos esses grupos que participou, e também para outros artistas como, Os 3 Xirús, Elton Saldanha, Grupo Candieiro, Dionísio Costa, Wilson Paim, Grupo Reponte, Sandro Coelho, além de muitos outros trabalhos de conjuntos e artistas do cenário gaúcho.
Hoje está trabalhando em seu projeto solo, que tem como principal objetivo, resgatar a autêntica música gaúcha e trazer ao seu público sua identidade musical que vem sendo forjada desde suas origens na música missioneira! Concorrem com Lincon, na categoria “Revelação”, Giovanna Vedovi, Paquito & Jóia, Pedro Lima e Yangos. A votação pode ser feita no site do G1RS. A entrega da premiação será em março, quando haverá um grande show/baile beneficente para o qual serão convidados todos os artistas, na cidade de Dois Irmãos, Vale dos Sinos. Será em benefício do Hospital São José, dentro da campanha dos voluntários Neusa e César, tema de reportagem exibida pelo Fantástico, no Natal.