Frigorífico Estrela, de São Paulo, assume por arrendamento o Frigorífico Tchê, da Cotrijuí
15 de Maio de 2018 às 09:31
 Frigorífico Estrela, de São Paulo, assume por arrendamento o Frigorífico Tchê, da Cotrijuí
Estavam presentes, Paulo Pires, Etivaldo Vadão Gomes, Rafael B. Marques, Sidney Brondani, Reni Rodrigues Lopes, Carlos Homero e Jaime Ledur (Fotos: José Grisolia Filho/AN)
O empresário Etivaldo Vadão Gomes é o titular do grupo empresarial “Estrela”, formado por cinco plantas industriais frigoríficas no Estado de São Paulo, que é a sede, no Centro-Oeste e no Nordeste do País, que fez o arrendamento do Frigorífico Tchê, nesta cidade. A assinatura do contrato ocorreu segunda-feira pela manhã, sendo a Cotrijuí, proprietária da planta industrial desta cidade, representada pelo administrador judicial, Rafael Brizola Marques. Estavam presentes, o prefeito, Sidney Brondani; o presidente da Câmara de Vereadores, Reni Rodrigues Lopes; o presidente da Fecoagro, Paulo Pires; o gerente do Frigorífico Tchê, Jaime Ledur; Carlos Homero, da equipe do administrador judicial, e executivos do Grupo Estrela, entre os quais dois filhos de Etivaldo Vadão Gomes, Leonardo e ‘Vadãozinho’. Igualmente presentes, a presidente da ACI, Cristina Moraes Neves Anes; o presidente do Sindilojas, Nelson Faleiro, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Santo Ângelo, que tem extensão de base em São Luiz Gonzaga, Alex Durães Barbosa. Todos os funcionários do turno que estava em atividade, acompanharam o anúncio da mudança na administração do estabelecimento.
JAIME LEDUR - A solenidade foi aberta pelo gerente do Frigorífico Tchê, Jaime Ledur. Disse que aquele momento lhe transmitia emoções diferentes: de tristeza, porque a Cotrijuí estava encerrando seu ciclo à frente da planta industrial frigorífica desta cidade, e de alegria, porque a indústria é assumida por um respeitável grupo econômico, de tradição no ramo, e que não só dará continuidade ao frigorífico desta cidade, como promoverá seu desenvolvimento. Lembrou o grande esforço para colocar a empresa em dia com seus compromissos e, assim, prepará-la para ser entregue aos novos gestores. Com o apoio dos funcionários e dos fornecedores de matéria-prima, conseguiu manter a indústria em funcionamento, para fazer uma transição tranquila.
ADMINISTRADOR JUDICIAL RAFAEL BRIZOLA MARQUES - Falou a seguir, o administrador judicial, Rafael Brizola Marques, para comemorar o arrendamento da indústria frigorífica da Cotrijuí nesta cidade, para um grupo empresarial de muita tradição no ramo. Lembrou a difícil administração do Frigorífico Tchê, com recursos escassos. Destacou a colaboração do gerente, Jaime Ledur, e dos funcionários da indústria, que suportaram situação desfavorável e mantiveram a indústria em funcionamento. Rafael destacou a ação permanente do prefeito Sidney Brondani, que sempre colocou-se à disposição para ajudar no processo para manter a indústria em atividade, inclusive nos contatos com o grupo empresarial que viria a assumir a empresa, através de arrendamento. Preparado para o exercício de missão tão difícil, tendo em vista o tamanho do passivo da Cotrijuí, cuja sede em Ijuí e atuação em várias regiões do Estado, Rafael informou didaticamente as linhas do trabalho que vem realizando e que comemorava em 100 dias no cargo, uma solução para o Frigorífico Tchê em São Luiz Gonzaga, cidade a qual está vinculado, por ser a cidade natal de seu pai, o advogado Dárcio Vieira Marques. O administrador judicial agradeceu ao empresário Etivaldo Vadão Gomes pelo seu desprendimento de instalar-se no Rio Grande do Sul, através dessa negociação com a Cotrijuí.  
PREFEITO SIDNEY BRONDANI - O prefeito Sidney Brondani, em sua manifestação, festejou a conclusão de uma negociação que atendeu ao interesse de São Luiz Gonzaga, dos trabalhadores na indústria, dos fornecedores de matéria-prima e de toda a cadeia produtiva da indústria, bem como da Cotrijuí, que através do seu arrendamento, manteve ativo o Frigorífico Tchê e, assim, garantiu o seu valor patrimonial e comercial. Lembrou os contatos permanentes que manteve com o administrador judicial, Rafael Brizola Marques; o gerente do Frigorífico, Jaime Ledur; com o empresário, e Etivaldo Vadão Gomes, que assumiu a planta industrial desta cidade. Foram muitas rodadas de conversação, para chegar a esse resultado, salientou. Disse que sua principal preocupação era manter a indústria em funcionamento, para assim garantir empregabilidade aos funcionários da empresa. O desemprego era uma ameaça que agora está superada, disse Sidney. Ainda manifestou votos de muito sucesso ao Frigorífico Estrela, que agora coloca aqui sua marca, já consagrada no mercado nacional e internacional.
ETIVALDO VADÃO GOMES – Finalmente, todos ouviram o pronunciamento do empresário, Etivaldo Vadão Gomes. Suas primeiras palavras foram para lembrar sua mãe, com 85 anos, pela passagem do Dia das Mães, que estendeu a todas as mães que trabalham no frigorífico que estava assumindo naquele momento. Ao dirigir-se ao administrador judicial da Cotrijuí, Rafael Brizola Marques, o elogiou pela sua honestidade, postura e cidadania, qualidades que permitiram o negócio fluir e chegar a um final feliz. Agradeceu ao prefeito, Sidney Brondani, pela sua intervenção no processo de arrendamento, sempre muito dedicado. Também ao gerente, Jaime Ledur, e à funcionária, Sheila Menuzzi, encarregada do controle de qualidade na produção industrial. “O jeito dela (a Sheila), é o jeito de vocês”, disse Etivaldo, ao dirigir-se aos funcionários. Revelou que tem um convívio fraternal com os funcionários das suas indústrias – são 3.600 colaboradores em cinco plantas industriais, e garantiu que a partir daquele momento, se considerava mais um gaúcho e missioneiro a defender e divulgar as nossas cores, através de produtos de qualidade em todo mundo. Ao final de sua manifestação, dirigida especialmente aos funcionários da indústria, apresentou os filhos, Leonardo e “Vadãozinho”, diretores do grupo empresarial, ao mesmo tempo que agradeceu a participação responsável e reveladora da realidade da indústria, de parte do gerente, Jaime Ledur, como porta-voz do administrador judicial da Cotrijuí, e que abriu caminho ao arrendamento da empresa, sacramentada naquele ato.
A TRANSIÇÃO – O Grupo Estrela assumirá oficialmente a administração do Frigorífico Tchê, tão logo obtenha as inscrições e registros estaduais, tarefa burocrática que espera se realize rapidamente. De qualquer forma, a transição iniciou ainda na segunda-feira, e se realizará ao longo dos próximos dias. Todos os funcionários do frigorífico terão seus contratos de trabalho rescindidos com a Cotrijuí, e no mesmo ato, admitidos pelo Grupo Estrela.
A diretoria do Grupo Estrela viajou em jatinho de São Paulo até Santo Ângelo, onde foi recebida pela Administração Municipal de São Luiz Gonzaga, que a conduziui a esta cidade, em dois automóveis oficiais do Município. O Frigorífico Tchê recepcionou a diretoria do Grupo Estrela, com um almoço na sede da Associação dos Funcionários e, logo após, estavam presentes na reunião em que o arrendamento foi anunciado às autoridades, entidades locais e aos funcionários da indústria.