RS tem novos casos de dengue e 280 municípios estão infestados pelo mosquito transmissor
15 de Maio de 2018 às 11:15
RS tem novos casos de dengue e 280 municípios  estão infestados pelo mosquito transmissor

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou um novo caso de dengue e um de febre chikungunya no Rio Grande do Sul, nas últimas semanas. O último balanço contabiliza os dados entre 14 de abril e 5 de maio. Em 2018, já são 10 casos de dengue e dois de febre chikungunya. Em todos os registros, os moradores do Estado contraíram a doença em outras regiões do País. Não houve mortes.
O novo caso de febre chikungunya foi registrado em Gramado, na Serra – a doença já havia sido detectada em Rio Grande, na Zona Sul, em 2018. O número é baixo se comparado com os últimos anos: foram 18 casos em 2017, e 73 em 2016.
O novo caso de dengue foi registrado no município de Taquaruçu do Sul, no Norte gaúcho. Além disso, o último boletim também aponta novo registro em Porto Alegre. Os demais casos de dengue no Rio Grande do Sul em 2018 foram registrados em Bento Gonçalves, com três casos, e em São Gabriel, Pelotas, Teutônia, Novo Hamburgo e Campina das Missões.
No total, 280 municípios gaúchos são considerados infestados pelo Aedes aegypti. Em 2017, houve 12 casos confirmados. Em 2016, foram 2,3 mil.
A Secretaria Estadual de Saúde afirma que a situação é considerada normal e controlada, já que, em todos os casos, a doença foi contraída em outros Estados. No entanto, como a dengue e a febre chikungunya são transmitidas pelo Aedes aegypti, o fato de haver registros no Estado acende um alerta na Vigilância. A preocupação é que, como ainda não houve queda brusca das temperaturas, pode haver incidência de mosquitos e a consequente transmissão da doença.