Cermissões realizou desativação de redes em áreas alagadas

  • 9 de maio de 2024
Equipes da Cermissões atuaram em áreas alagadas na região de abrangência da cooperativa. Crédito: Cermissões

Grande parte do Estado do Rio Grande do Sul foi afetado pelas fortes chuvas dos últimos dias, causando danos e prejuízos em todos os setores, e afetando enormemente os sistemas de distribuição de energia elétrica.

Na área de atuação da Cermissões, os principais danos foram registrados no interior de São Miguel das Missões, com a queda de 31 postes, e a queima de 8 transformadores em municípios diversos.

Os técnicos da Cermissões têm alertado constantemente os associados e clientes que redobrem os cuidados com a rede elétrica, com o objetivo de evitar acidentes, choques ou perdas de equipamentos.

O engenheiro eletricista Nerisom Rohleder alerta que água e energia elétrica não combinam. “Caso as pessoas se deparem com um fio partido, elas não podem se aproximar ou tocar no cabeamento e, se possível, não devem permitir que outras pessoas se aproximem também”. A recomendação é telefonar imediatamente para os números (55) 9 9618-6842 ou (55) 9 9920-0101, ou ainda através do WhatsApp 3355.3000, disponibilizados pela Cermissões. Nerisom ressalta, ainda, que somente os profissionais autorizados pela Cooperativa podem fazer intervenções na rede elétrica.

Desligamentos preventivos – Durante os últimos dias, as equipes de socorro da Cermissões, trabalharam ininterruptamente na correção de problemas pós-temporal, e nos desligamentos preventivos de redes e sistemas de distribuição de energia em áreas alagadas. A maioria das desativações ocorreu em pontos de medição para sistemas de irrigação, construídos as margens de rios e barragens, os quais foram atingidos pela elevação do nível dos rios e barragens.

Equipes da Cermissões atuaram em áreas alagadas na região de abrangência da cooperativa. Crédito: Cermissões

Os desligamentos preventivos são uma medida de segurança crucial para evitar danos elétricos, incêndios e riscos à vida durante condições climáticas extremas, pois o contado dos equipamentos elétricos com a água pode causar curtos-circuitos e falhas no sistema.

Em alguns casos, os funcionários da Cermissões utilizaram barcos, para chegarem até os postes e suspender a transmissão de energia. Além da dificuldade de acesso, onde não havia barcos disponíveis, era necessário um cuidado redobrado, pois além do contado com a água, existe o risco de cair em algum valo ou bueiro submerso.

“Todas as equipes da Cooperativa continuam de sobreaviso, pois existe uma preocupação da direção e equipes técnicas, pois as informações são de que o nível dos rios continua subindo, e há previsão de mais chuva nesta semana”, disse Diomedes Rech, presidente em exercício da cooperativa.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…