Cinco perguntas e respostas sobre coração e diabetes

  • 6 de outubro de 2023
Sem título-1

Cinco perguntas e respostas sobre coração e diabetes

O coração é um dos órgãos vitais para o corpo humano. Uma de suas principais funções é o bombeamento de sangue, sendo responsável por garantir de forma contínua a circulação do sangue pelo organismo, permitindo o transporte do sangue rico em oxigênio e nutrientes para os órgãos e tecidos, além do retorno de produtos residuais dos tecidos para a circulação.

A seguir, vamos esclarecer dúvidas importantes envolvendo a saúde do coração e o diabetes, condição crônica que afeta mais de 16 milhões de pessoas em todo o Brasil.

Pessoas com diabetes precisam ter um cuidado especial com a saúde do coração? – Sim, pois a condição representa um fator de risco para problemas cardiovasculares, como a insuficiência cardíaca. Isso porque o excesso de açúcar no sangue, ou hiperglicemia, pode levar a danos através de ativação inflamatória em vasos sanguíneos e órgãos, incluindo o coração. Estudos demonstram que até 32,2% dos pacientes com Diabetes Mellitus são afetados por alguma doença cardiovascular.

Pacientes com diabetes mellitus possuem um risco 2 vezes maior para o desenvolvimento de insuficiência cardíaca, além disso, o prognóstico destes pacientes tende a ser pior em comparação aos pacientes sem diabetes mellitus. É conhecido através de estudos que existe uma complexa relação entre a fisiopatologia do diabetes mellitus e insuficiência cardíaca, pois a desregulação metabólica causada pela diabetes afeta a função geral dos órgãos, dentre eles o coração, influenciando negativamente sua função na circulação. Adicionalmente, o diabetes tipo 2 facilita o aparecimento de outros fatores de risco, como pressão arterial elevada, níveis altos de colesterol, triglicérides e obesidade.

Quais são os primeiros sinais da insuficiência cardíaca? – A insuficiência cardíaca é uma condição desenvolvida quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para atender às necessidades do corpo, quer seja por déficit de contração e/ou de relaxamento das câmaras cardíacas, comprometendo o funcionamento do organismo. Com isso, o sangue pode se acumular nos vasos sanguíneos, levando ao extravasamento de fluídos nos tecidos, provocando sintomas como falta de ar e tosse, ou edema nos membros inferiores.

Existe tratamento para insuficiência cardíaca em pessoas com diabetes?- Pacientes com diabetes tipo 2 que apresentam níveis elevados de NT-proBNP no sangue e/ou outros fatores de risco devem ser monitorados atentamente para identificar precocemente qualquer complicação. A partir do diagnóstico, medidas para prevenir e tratar a condição podem ser adotadas ou intensificadas.

Crédito: Divulgação

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…