Clima vai decidir como será o trigo desta safra

  • 29 de setembro de 2023

O aumento da intensidade dos fenômenos climáticos, em função da grandeza de El Niño, deverá decidir como será a safra de trigo deste ano. Com mais de 80% das lavouras em floração e enchimento de grãos, o produtor tem na chuva, no calor, no granizo e/ou no vento fatores decisivos à produtividade e rentabilidade da safra. De acordo com o técnico da Emater, Alencar Rugeri, “se a lavoura veio bem até agora e pega um fenômeno extremo, reduções na qualidade do produto e no resultado da safra podem acontecer”. Até agora, as lavouras gaúchas do cereal apresentavam boas condições até o início desta semana, mas ocorrências climáticas podem atuar para quebrar essa normalidade, disse o técnico da Emater. Por outro lado, o presidente da Comissão do Trigo da Farsul, Hamilton Jardim, declarou que “a combinação entre a umidade e o calor, podem se tornar muito prejudiciais porque afetam a qualidade dos grãos através de doenças fúngicas, sobre as quais, nesse estágio, temos baixo controle”.

A colheita da safra de trigo deve começar a partir da segunda quinzena de outubro. Para a Emater, apesar do bom desenvolvimento, a cultura já perde potencial produtivo em algumas regiões devido aos eventos climáticos. A estimativa divulgada pela Emater, em junho, é de que o Rio Grande do Sul colha 4,54 milhões de toneladas de trigo, antes a safra histórica de 5,3 milhões de toneladas de 2022.

 

Declaração do rebanho pode ser feita online

A Declaração Anual do Rebanho poderá ser feita pela internet desde o início desta semana. De acordo com a Secretaria da Agricultura, a formalização e o ajuste dos animais pelo Sistema de Defesa Agropecuária (SDA), pode ser feito de forma online. A nova ferramenta também possibilita que o produtor possa confirmar o recebimento de Guias de Trânsito Animal (GTAs), informar nascimentos, mortes, consumo, roubo e evolução do plantel, sem precisar ir à Inspetoria de Defesa Agropecuária ou ao Escritório de Defesa Agropecuária do seu município. O novo módulo pode ser acessado em celulares e tablets. O acesso ocorre com o mesmo login e senha já utilizados para emissão de GTAs. O prazo para o produtor rural realizar a Declaração Anual de Rebanho, neste ano, termina no dia 31 de outubro.

 

Queda da Selic é um alívio

A nova redução de meio ponto percentual da taxa Selic poderá ter um efeito positivo para renegociação de dívidas pendentes, dependendo da opção escolhida na tomada de crédito, segundo o economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reduziu o juro de 13,25% para 12,75% ao ano, o menor patamar desde maio de 2022 – dando continuidade ao ciclo de cortes iniciado em agosto. O Copom indicou que, se confirmando o cenário esperado para a inflação, seus integrantes deverão adotar cortes da mesma magnitude, nas suas duas próximas reuniões, ou seja, “até o final do ano deveremos ter uma Selic de 11,75%”, projeta Antônio da Luz.

 

Marco Temporal preocupa o setor rural

A CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária – manifestou, em nota, “grande preocupação” com o julgamento do STF sobre o Marco Temporal para a demarcação de terras indígenas. “A revisão dessa jurisprudência trará consequências drásticas para a atividade agropecuária e para as relações sociais, instalando um estado de permanente insegurança jurídica para toda a sociedade brasileira”, registrou a CNA.

 

Emater quer conhecer o perfil da juventude rural

No próximo ano a Emater uma pesquisa ampla para conhecer em profundidade o perfil da atual juventude rural.  A Emater informa o trabalho mantido com mulheres e jovens na instituição. Cita que a atuação nessa área é diversificada e atende 12% dos jovens gaúchos – em torno de 12 mil a 15 mil produtores assistidos por ano. O foco principal é a qualificação e a formação da juventude nos centros de treinamento da Emater. Em 2023 estão sendo feitos cursos em cinco centros de treinamento e a ideia é expandir esses cursos para 12 regiões do Estado. As formações vão além dos temas técnicos, englobando também questões ambientais, de comercialização, cooperativismo, associativismo, questões fiscais e de relacionamento e posicionamento. Os jovens são recrutados a partir de conversas com as famílias.

 

El Niño será forte durante toda a primavera

O Conselho Permanente de Agrometeorologia Aplicada do Rio Grande do Sul alertou que o fenômeno El Niño poderá chegar à categoria de “muito forte” no final do mês de novembro e no decorrer de dezembro. A probabilidade do cenário ocorrer foi estimada em 90% “ou mais”, com o fenômeno se intensificando durante todos os meses da primavera e no início do verão. As chuvas serão mais frequentes e persistentes no último trimestre do ano, com maior intensidade entre os meses de outubro e novembro. Em dezembro as chuvas devem ficar acima da média na maior parte do Estado, porém de maneira mais irregular. A situação poderá gerar encharcamento do solo e prejudicar a colheita da safra de grãos do inverno e o início do plantio da safra de verão 2023/2024.

 

Rebanho gaúcho aumento 8,2%

O rebanho gaúcho bovino somou 11,9 milhões de cabeças em 2022. O resultado da Pesquisa Pecuária Municipal anual do IBGE é 8,2% maior que o de 2021. O Estado ocupa a oitava posição no Brasil, com destaque para Alegrete e Santana do Livramento, que estão entre os 50 maiores rebanhos do país.

 

Produtores de leite adiam protesto

Na esperança de que o governo anuncie novas medidas que favoreçam os produtores de leite, a Fetag-RS adiou a mobilização que faria em Jaguarão quarta-feira passada. Caso não haja respostas às suas demandas, os produtores voltarão às ruas no dia 10 de outubro, ou mesmo antes dessa data, em conjunto com entidades do Paraná e Santa Catarina. A concorrência do leite e derivados oriundos de países do Mercosul, está inviabilizando a produção nacional. Esse quadro já determinou que boa parte dos produtores de leite no Rio Grande do Sul já desativaram suas granjas. Para conter esse quadro, a Superintendência Regional da Conab no Rio Grande do Sul abriu chamada pública para adquirir leite em pó da agricultura familiar. Os documentos para habilitação dos produtores devem ser apresentados até o dia 10 de outubro.

 

Conab financiará comercialização do trigo

O Ministério da Agricultura confirmou que repassará R$ 400 milhões à Conab para apoiar a comercialização de trigo. A decisão atende solicitação conjunta do Sistema Ocergs, FecoAgro/RS e Sistema Ocepar.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…