Com um óbito e quase 300 casos confirmados, São Luiz Gonzaga intensifica combate à dengue

  • 19 de abril de 2024
Clari-Ramborger-2

São Luiz Gonzaga e região estão enfrentando uma situação delicada por conta do aumento exponencial do número de casos de dengue, a exemplo do que vem ocorrendo no Estado do RS. Ainda nesta semana, foi registrado o primeiro óbito por dengue de um paciente de São Luiz Gonzaga, o que elevou ainda mais o nível de criticidade da situação e que impôs ao poder público implementar medidas de combate ao Aedes Aegypti e de intensificar as campanhas de conscientização da comunidade.

A secretária de Saúde, Clari Ramborger. Crédito: Rádio Missioneira

Primeiro óbito por dengue – Conforme informou a secretária municipal de Saúde, Clari Ramborger, o óbito por dengue confirmado em São Luiz Gonzaga foi de um senhor de 55 anos, com comorbidade, cujo falecimento ocorreu no dia 25 de março e que teve o resultado positivo para a doença divulgado na última terça-feira, 16 de abril.

Número de mortes no RS – Em boletim oficial nesta semana, a Secretaria Estadual da Saúde do RS divulgou o número de 73 mortes por dengue no Estado, o que supera, em apenas quatro meses, o número de óbitos causados pela doença em cada um dos últimos 10 anos no Rio Grande do Sul.

Casos em crescimento em São Luiz Gonzaga – Nesta semana, o número de casos confirmados de dengue no município já se aproximava dos 300. Na última atualização, disponibilizada pelo Centro de Saúde, a coordenadora da unidade, enfermeira Águeda Martins Balbé, informou que eram 291 casos confirmados e 52 exames ainda no aguardo do resultado pelo Lacen. Nesta sexta-feira, 19, um novo boletim oficial será divulgado pela Secretaria de Saúde, trazendo números atualizados de casos.

Apoio do Exército – Segundo a secretária municipal de Saúde, o exército brasileiro estará auxiliando os trabalhos de combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti e as equipes de combate a endemias na conscientização da comunidade são-luizense. Nos próximos dias, segundo Clari, os militares do 4º RCB irão auxiliar o Município na verificação de denúncias e vistorias de pátios e terrenos baldios, conforme acertado com o comandante do 4º RCB, tenente-coronel Diego Morais Duarte, que é parceiro das ações em conjunto.

Uso do fumacê – Clari também destacou que o fumacê, equipamento utilizado para aplicação de inseticida contra o mosquito, deverá ser enviado a São Luiz Gonzaga após sua utilização nos municípios de Cerro Largo, São Pedro do Butiá e Santo Ângelo, que também enfrentam um aumento considerável nos casos de dengue.

Auxílio da comunidade – A secretária de Saúde solicitou o trabalho em conjunto da comunidade para auxiliar as equipes de combate a endemias na eliminação de possíveis focos do mosquito: “Neste momento, é crucial a união dos moradores em revisar seus pátios e eliminar possíveis locais com água parada, que são criadouros do Aedes Aegypti. Solicitamos que todos os são-luizenses se unam nessa causa, pois a prevenção é a melhor forma de combater a dengue”, destacou Clari.

Edição inédita do programa Corsan Negocia incentiva regularização de clientes inativos

Agentes da Corsan irão visitar, a partir da próxima segunda-feira, 3, os imóveis que estão com matrículas inativas ou suspensas…

Emissão de carteira de identidade é retomada em São Luiz Gonzaga

Voltou a funcionar na terça-feira, dia 28, o serviço de emissão de carteira de identidade no posto de identificação do…

Município adquire 50 toneladas de asfalto para recuperar ruas

A Secretaria de Obras de São Luiz Gonzaga aguarda apenas o tempo firmar para iniciar uma nova operação de recuperação…