• 30 de junho de 2023

INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA- A possibilidade de São Luiz Gonzaga sediar uma unidade do Instituto Federal Farroupilha foi o tema de audiência pública foi realizada ontem, quinta-feira, na Câmara de Vereadores. Trata-se de escola federal muito desejada em todas as regiões do Estado, porque oferece formação de qualidade. Nossa cidade não é a única na disputa por essa escola e, por isso, devemos colocar muita ação na busca desse benefício. Sabemos que uma comitiva local, da qual fez parte o prefeito Sidney Brondani, vereadores e figuras da comunidade, esteve em Santa Maria, para uma audiência com a Reitora do Instituto Federal Farroupilha.

EXPO SÃO LUIZ – Na semana de 25 de setembro a 1º de outubro, em que vai se realizar a Expo São Luiz, um dia não terá cobrança de ingressos. Será na quinta-feira. O objetivo é proporcionar a toda a comunidade a oportunidade de vivenciar esse evento, com livre acesso a toda a programação do dia.

LABORATÓRIO DE SILOS – A Coopatrigo já realiza nova classificação da Análise Física do Solo, através de seu Laboratório de Solos. O avanço da ciência aprimora os recursos para quem atua na produção agrícola, a fim de assegurar resultados. Esse é mais um recurso que está ao alcance do quadro associativo dessa entidade cooperativa.

CICLONE – O ciclone que atingiu um terço do Estado do Rio Grande do Sul, foi anunciado por laboratórios que acompanham as variações do clima. Mas o que impressiona é o fato do Poder Público, tendo em mãos essa notícia, não ter organizado nenhuma ação preventiva para controlar as consequências do temporal que, como se sabe, foi impressionante, pelos danos causados e as mortes registradas.

INFLAÇÃO – O mês de junho deve assinalar o menor índice de inflação no Brasil dos últimos anos. É o que informa a imprensa especializada em economia. Por outro lado, o Banco Central e o governo federal podem realizar ação conjunta, através de Roberto Campos Neto, presidente do BC, e Simone Tebet, ministra do governo Lula, informação também divulgada pelos meios de comunicação. Quem sabe, a partir dessa aproximação, o Governo e o Banco Central poderão trabalhar juntos, naturalmente sem abrir mão de suas prerrogativas e mantida a independência das partes.

FILHOS – Casais novos estão retardando a geração de filhos, porque ainda estão fazendo sua formação profissional ou desejam menos compromissos para uma vida em comum que estão iniciando. Outra razão é a ameaça das drogas ilícitas, que chegam aos jovens na porta das escolas, nas festas, no natural relacionamento com as pessoas que os cercam. Essa decisão dos jovens explica porque no Brasil se reduziu a população jovem e aumentou os idosos. A quebra desse equilíbrio reduz a mão de obra ativa e aumenta os aposentados. É o começo de um grande problema.

MONUMENTO – Jorge Guedes e Família anunciaram que farão doação do valor a que terão direito por ser atração artística na Expo São Luiz, em favor da campanha popular pró construção de um monumento de homenagem a Luiz Carlos Borges em São Luiz Gonzaga, que foi a cidade onde residiu desde a infância e onde se integrou plenamente, com a dimensão de ser filho da terra. O monumento, pelo que se sabe, será instalado no Centro Esportivo Cícero Cavalheiro.

EMPRESAS DE GUERRA – É incrível, mas a crise da Rússia com um grupo armado, que atua mediante pagamento e que estava na ponta da invasão da Ucrânia, é negócio atuante em várias regiões do mundo. O exemplo está presente também nos Estados Unidos e as extensões em vários continentes. Agora aposta-se que Putin pode perder espaço na Rússia, o que pode significar um outro rumo na guerra que tem cenário na Ucrânia e que repercute em todo o mundo.

CAUTELA – O jornal “Valor Econômico” informa que em cenário de cautela, executivos de grandes empresas dizem que investimentos devem ter mais foco em juros menores e segurança jurídica.

COMEÇO – O economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz, muito respeitado pela avaliação dos movimentos para cima e para baixo em nossa economia, disse que “tudo começa com a emissão da Nota Fiscal.” Quando fez tal afirmação, não chegou a ser atendido. Mas logo explicou que a receita pública, necessária à organização do Estado, se realiza através da emissão de notas fiscais pelos estabelecimentos comerciais e industriais do País. Pode ter feito uma crítica à sonegação de impostos, como também salientar que a soma da notas fiscais coloca a população como a grande formadora da renda pública. Realmente, é o começo de tudo.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…