Editorial | José Grisolia Filho

  • 21 de outubro de 2023
35813997

Um novo amanhã para Garruchos


Garruchos foi distrito de São Borja e se tornou município graças ao espírito empreendedor de suas lideranças comunitárias e da população em geral. Trata-se de um município agro-pastoril, de grande dimensão territorial, dotado de um solo apropriado às atividades vinculadas à terra, o que coloca esse município entre os que mais contribuem, com sua produção, para a grandeza da região missioneira.

Desde a emancipação, Garruchos luta pela ligação asfáltica desde a BR-285, um dos principais eixos rodoviários da região missioneira, com a sede do município, localizada nas proximidades do Rio Uruguai, na divisa com a Argentina. Essa obra, de responsabilidade do governo do Estado, embora reivindicada de forma permanente pelas suas autoridades e a comunidade de Garruchos e contar com o apoio solidário de todos os municípios da região missioneira, não foi realizada até agora. O motivo seria a dimensão territorial, porque uma rodovia asfaltada, desde a BR-285, até a sede do município, implicaria no comprometimento de expressivo valor financeiro. De certa forma, Garruchos estava pagando um preço elevado pela sua grandeza territorial, esquecendo o Estado o que ali produz.

Mas Garruchos nunca desistiu de seu pleito maior – a ligação asfáltica com a sede do Município. Nunca deixou de colocar, ano após ano, a sua reivindicação, mas acrescentando a ligação dos sistemas de eletricidade do Brasil e Argentina, através de conversoras instaladas em Garruchos, que permite aos dois países, em momentos de dificuldades na geração de energia, socorrer-se com o país vizinhos. Graças a esse investimento, tanto o Brasil como a Argentina já fizeram uso da reserva de eletricidade do país vizinho, para manter com normalidade sua distribuição de energia elétrica nas regiões de suas competências.

Portanto, motivos nunca faltaram para Garruchos conquistar a estrada asfaltada tão desejada. A realização dessa pavimentação já foi anunciada pelo governador Eduardo Leite, com um detalhe incomum: a empresa construtora fechou o contrato, recebendo como pagamento do Estado, uma área de terras pertencente ao governo estadual. Essa operação não cobre todo o custo da obra, mas viabilizou o contrato da pavimentação.

Garruchos está de parabéns, porque nunca desistiu, e a região missioneira congratula-se com esse município pela justa conquista dessa estrada, que certamente marcará um novo amanhã para esse progressista município.

Com a ligação asfáltica desde a BR-285 até a sede do município, Garruchos  vai multiplicar resultados na agricultura, na pecuária, nas atividades comerciais e, mais adiante, o turismo, que poderá ser nova alavanca para criar empregos.

 

Crédito Foto: Jefferson Botega | Agência RBS

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…