Expointer encerra neste final de semana

  • 1 de setembro de 2023

A 46ª Expointer vai encerrar neste domingo, 3 de setembro. Foi um grande evento, marcante pela demonstração do excepcional desenvolvimento das atividades no campo, seja na pecuária, como na agricultura, mas também valorizada graças à produção industrial de máquinas e equipamentos que deram musculatura aos produtores, representada pela maior conquista de resultados.

A economia do Rio Grande do Sul tem sua base no campo. Ali se inicia a nossa história. É por onde começamos a construir o Estado do Rio Grande do Sul. Ao longo dessa maravilhosa história, desenvolvemos talentos, criamos novos caminhos e nos revelamos pela conquista de oportunidades que pareciam fora do nosso alcance.

O Rio Grande do Sul é um exemplo para o Brasil. Nos orgulhamos de nossa história e é respaldados por essa trajetória de grandeza, que fazemos o nosso cotidiano, atento ao que a tecnologia nos oferece, para construir obras valorizadas pela sustentabilidade que os novos tempos exigem.

Cumprimentamos os construtores dessa caminhada, que tanto orgulha o povo gaúcho.

 

++++

 

31 animais da Região Missioneira participam da 46ª Expointer

Levantamento feito pela Rádio Missioneira indica que 31 animais da Região das Missões participam da 46ª Expointer, que teve seu início dia 26 de setembro e encerramento neste domingo, 3 de setembro. Esta é a relação:

Santo Antônio das Missões – Paulo Roberto Moraes Arocha (1 ovino Merino Australiano); Vlads Paim Miranda (7 ovinos Ideal e Texel); Armando Garcia de Garcia (2 ovinos Ile de France); Elio Roque Ottoni (7 bovinos Aberdeen Angus, Brangus e Ultraback); e Márcio Roberto Müller (1 equino Crioulo).

São Luiz Gonzaga – Eduardo Lopes Gamarra (3 ovinos Texel); e PAP Ibirocuá (3 ovinos Ile de France).

Itacurubi – Rosalino e Joaquim Villegas (2 bovinos Charolês).

São Borja – Nelson e Beatriz Mariano da Rocha (6 bovinos Brangus).

Caibaté – Carlos Eduardo Altenhofen (3 equinos Crioulo).

Giruá – Naudário Cerutti (1 equino Crioulo).

++++

Agricultura Familiar, uma atração que conquista o público da Expointer

O Pavilhão da Agricultura Familiar é um dos setores mais visitados na Expointer. Os estandes formam uma vitrine da diversidade de sabores e da criatividade. Este ano, a Agricultura Familiar está presente na Expointer com 372 expositores, para venda de alimentos como pães, biscoitos, geleias, doces, molhos artesanais, queijos, embutidos, sucos e bebidas alcoólicas. Desses negócios, 73 participam do evento pela primeira vez.

++++

Protesto do setor leiteiro é marcante na Expointer

Marcos Tang, presidente da Associação dos Criadores de Gado Holandês, em ato na Expointer, ao se referir às dificuldades dos produtores de leite do Rio Grande do Sul, devido ao grande volume de leite em pó produzido em países vizinhos e importado pelas indústrias brasileiras, está reduzindo o mercado do leite aqui produzido, podendo gerar o encerramento de atividades de muitos produtores. De 2022 para 2023, a compra dos produtos uruguaios e argentinos, segundo Marcos Tang, atinge a média de 230%, deprimindo o valordo litro pago ao produtor. Revelou que “estamos recebendo, em média, R$ 2,17 pelo litro produzido no Rio Grande do Sul, mas tem gente vendendo a R$ 1,65 o litro enquanto nosso custo de produção está em R$ 2,25  o litro”. Acrescentou que “nos últimos 10 anos, passamos de 100 mil produtores no Estado para apenas 30 mil. Só de 2022 para 2023, perdemos 12 mil. Isso significa a morte do produtor de leite”.

++++

No primeiro dia da Expointer, a Expointer recebeu 99 mil visitantes

Nesta 46ª Expointer, a meta é alcançar 800 mil visitantes e, para isso, precisa manter uma média de 100 mil ingressos a cada dia. No primeiro dia, compraram ingresso 99 mil pessoas. Com centenas de atrações, para atender o interesse de milhares de visitantes, a Expointer poderá atender seu propósito de presença de público, mas para isso é preciso que as chuvas não sejam frequentes.

++++

Programa “Supera Estiagem” vai financiar Projetos de Irrigação para Agricultura Familiar

Técnicos da Secretaria da Agricultura do Estado, equipes da Emater, produtores e empresas se reuniram virtualmente para apresentação de edital que engloba as ações do “Supra Estiagem”. A subvenção de projetos de irrigação prevê a destinação de R$ 20,2 milhões com recursos próprios para a finalidade. A previsão é que cerca de 1.350 produtores rurais de 2 a 5 hectares sejam atendidos pelos recursos, com uma estimativa de R$ 100 milhões em investimentos.Com isso, o governo espera que a área irrigada aumente entre 5 mil e 6 mil hectares.

++++

Duas Associações de Gado comemoram resultados

Durante a 46ª Expointer, duas associações celebram sua história e contribuição à pecuária gaúcha. A Associação Brasileira de Angus comemora 60 anos de existência e 20 anos do Programa Carne Certificada, e a Associação Gaúcha de Criadores de Bufalos (Ascribu) completa 45 anos. Além de uma trajetória de sucesso e evolução genética, ambas chegam à Expointer sob gestão feminina. Mariana Telechea preside a Angus e Desiree Möller administra a Ascribu (Criadores de Búfalos).

++++

Bancos vão financiar negócios na Expointer

O Banrisul fará uma oferta de R$ 1 bilhão, com uma meta de R$ 700 milhões para financiar máquinas e implementos agrícolas. O Badesul espera chegar a R$ 1,1 milhão em operações durante a feira, mas o presidente dessa instituição de crédito do governo do Estado, Cláudio Cabral, anuncia que a instituição colocará mais R$ 138 milhões em verbas próprias para ampliar a base de equalização de juros do Plano Safra. Por outro lado, Márcio Sart, presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste garante que o banco cooperativo estará na 46ª Expointer com um acréscimo de 80% em sua oferta de financiamento, em relação ao ano passado, quando realizou 487 operações na feira, totalizando R$ 127 milhões em intenções de negócio. Já o BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento Econômico, vai disponibilizar R$ 350 milhões para novos financiamentos ao longo da Expointer. Além dos bancos do Estado, a Expointer vai contar com os aportes do Banco do Brasil, Caixa Federal, instituições financeiras nacionais e bancos de fábricas.

++++

Novas tecnologias para inovar ações no Agro

Durante a Expointer, o RS Innovation Agro busca fortalecer-se como um espaço de tendências e tecnologias para o agronegócio. A iniciativa pode ser conferida na Casa da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de raça (Febrac), realizadora do projeto com o apoio da Secretaria da Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado (SICT-RS). Neste ano, a área contará com mais de 80 participantes provenientes de centros tecnológicos , startups, investidores e pesquisadores. Estão previstas painéis e palestras sobre temas variados.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…