Israel declara guerra depois da invasão do Hamas

  • 9 de outubro de 2023
unnamed
(Foto: Fatima Shbair | AP)
O 11 de Setembro israelense. O governo de Israel declarou estado de guerra e o começo de uma forte contraofensiva inédita ao Hamas, depois de ter sofrido ataques do grupo terrorista palestino.
Na manhã de sábado, de maneira inédita, o Hamas disparou pelo menos 3 mil mísseis, conseguindo ultrapassar o Domo de Ferro de Israel com alguns deles.
Os terroristas entraram nas cidades, atiraram pelas ruas, invadiram casas e mataram e sequestraram civis — incluindo mulheres, idosos e até crianças. Militares também foram sequestrados. Veja em imagens.
Em números: Até este exato momento, o terceiro dia de conflito, foram confirmadas 700 mortes em Israel e 436 mortes em Gaza. Além disso, são +6 mil feridos e é provável que esses números aumentem.

Uma contraofensiva inédita 🪖

Imediatamente, após a ofensiva, o primeiro-ministro israelense lançou a operação “Espadas de Ferro”, prometendo uma resposta ao Hamas.
Reservistas foram convocados e já há mais de 100 mil soldados próximos à fronteira com Gaza.

O que está por trás?

Há uma disputa pelo domínio da chamada “Terra Santa” entre judeus e muçulmanos. A história é longa e, para explicar tudo do começo, teríamos que voltar algumas décadas, centenas e até milhares de anos.
Ambos viviam no território da Palestina, até que, em 1947/48, no pós-Segunda Guerra, os países da ONU votaram pela criação de um Estado judaico, depois de toda a perseguição nazista. Nascia Israel:
No entanto, desde então, o povo palestino reivindica esse domínio judeu da região. Você deve se lembrar de ter estudado o conflito no colégio.
O Hamas é a principal organização que comanda parte dos palestinos que vivem pela região e é contra a existência de Israel e dos judeus.
Para eles, esse território deve ser de domínio islâmico — custe o que custar. Você pode aprofundar aqui.

A repercussão pelo mundo 🌍

Ontem, na Reunião do Conselho de Segurança da ONU, convocada de última hora, o embaixador de Israel chamou os integrantes do Hamas de selvagens e falou que é hora de acabar de vez com isso. Veja aqui.
Já o representante palestino acusou a comunidade internacional de não condenar crimes de guerra cometidos por Israel em Gaza nos últimos anos. No fim, ele disse que mortes israelenses não podem justificar mortes palestinas.

Países começam a se movimentar

🇺🇸🇬🇧🇩🇪 Joe Biden e Sunak ligaram para o primeiro-ministro Bibi, prometendo apoio e envio de ajuda. A Alemanha seguiu o mesmo caminho. Os EUA estão enviando navios, caças e munição ao país.
🇷🇺 A Rússia pediu um cessar-fogo e culpou os países ocidentais, por terem deixado de lado a atenção ao conflito no Oriente Médio para focar na Guerra da Ucrânia.
🇨🇳 Já a China defendeu que a saída está na criação de um Estado Palestino em paralelo à manutenção do Estado Israelense.
🇮🇷 O Irã, que é o grande apoiador e financiador do Hamas, considerou o movimento como “autodefesa”. Autoridades iranianas ajudaram a planejar e deram luz verde ao ataque do Hamas.

O que vem pela frente? 🛣️

No campo de batalha: A coisa parece estar longe do fim. Isso porque Israel realmente afirma que vai tomar medidas para saciar todo esse conflito pelos próximos 50 anos.
Do ponto de vista político: A reatada do confronto pode despertar a volta do conflito EUA x Irã, mesmo que indiretamente. A Liga Árabe vai se reunir hoje, o que deve indicar melhor o tom dos países da região.
Do ponto de vista econômico: A região do confronto é relevante para o petróleo. Não à toa, o preço do barril está em alta de 5%, o que deve impactar na inflação mundial.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…