Projeto promove cidadania e educação através do esporte

  • 28 de julho de 2023
Jiu Jitsu Crianças 3

O Centro de Artes Lucas Franco de Lima de São Luiz Gonzaga é sede de diversos projetos sociais e culturais que promovem a educação, a inclusão e a cidadania para alunos de todas as idades. Entre as iniciativas está o projeto Rosvels Army, que oferece gratuitamente aulas de Jiu-Jitsu para crianças e adolescentes.

Os treinos ocorrem duas vezes por semana, nas quartas-feiras, das 18 horas às 19h30min, e aos sábados, das 14 horas às 15h30min. Iniciado em 2022, o projeto é uma iniciativa do instrutor Itamar Hider e conta com a parceria da Prefeitura e de empresas do município. Itamar pratica Jiu-Jitsu desde 2012, é faixa marrom quatro graus registrado na Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu e integra a equipe Union Team da modalidade de luta. “O Rosvels Army busca utilizar o Jiu-Jitsu como ferramenta principal para promover a disciplina e a cidadania, atendendo diretamente crianças e adolescentes por meio da prática esportiva, trabalhando o corpo e a mente”, explica ele.

O instrutor conta que “ao longo dos anos de treinamento, surgiu a vontade de ensinar e transmitir os aprendizados que obtive, como valores morais, autocontrole, disciplina, autoconfiança, além da defesa pessoal, por meio das técnicas da nobre arte e levar aos nossos jovens uma nova modalidade de esporte, de forma gratuita.”

Alunos – Atualmente, 17 alunos participam do projeto. Entre eles, estão Manuela, 12 anos, Mariana, 9 anos, e Melissa, 7 anos, filhas de Débora de Souza Trindade e de Dante Trindade de Ávila. A primeira a integrar a iniciativa foi Manuela, a mais velha. A família acompanhava os treinos e as aulas despertaram o interesse das irmãs mais novas, que também ingressaram no projeto.

Dante de Ávila comenta as razões que motivaram a participação das filhas. “Como somos pais de três meninas, a ideia foi elas participarem para terem noções de defesa pessoal. Mas o esporte em si traz muitos benefícios. O próprio processo de estar em movimento e aprendendo coisas novas, achamos interessante para elas. Enfim, esporte é saúde. Além disso, tem a disciplina. Elas já são comportadas e obedientes, mas o processo de disciplina do Jiu-Jitsu ajuda bastante”, afirma o pai orgulhoso.

O projeto foi elaborado e colocado em prática com o apoio da Prefeitura e o auxílio de empresas parceiras e apoiadores, os quais colaboraram financeiramente e com a doação dos kimonos utilizados pelos alunos, além de tatames e ventiladores. “Agradeço o apoio recebido das empresas Copagril, PSK Ambiental e Engtop Energia Solar, da prefeitura, e aos amigos Rogério Santos e Daniel Hilbig. A parceria de todos foi fundamental para que o projeto saísse do papel e pudesse contemplar crianças e adolescentes do nosso município”, destaca o instrutor Itamar Hider.

O Rosvels Army busca parceiros para compra de kimonos, a fim de contemplar mais alunos, e para a confecção de uma camiseta para as crianças e adolescentes integrantes da iniciativa. Mais informações podem ser obtidas por meio do perfil do projeto no Instagram (www.instagram.com/projeto__rosvels_army/), ou pelo celular (55) 9 9981-2471.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…