Sem tabaco

  • 2 de junho de 2023

31 de maio chamou atenção para o vício do tabagismo. Dia mundial sem tabaco.

Não é de hoje o incessante alerta para a população dos enormes perigos para a saúde com o mau hábito de fumar.

Os milhares de componentes do cigarro ou semelhados, atingindo a corrente sanguínea vão fazendo seu estrago por onde passam.

Para entender o mecanismo desta devastação basta seguir o caminho desde a porta de entrada até chegar a todas as células.

A árvore respiratória recebe direto monóxido de carbono, dióxido, nicotina e inúmeras outras substâncias , arrasando órgãos, diretamente. Daí surge sintomas e doenças como tosse crônica, expectoração, broncopneumonia, voz rouca, rinite, laringite, faringite, dispneia (falta de ar) e o temível câncer na árvore respiratória. Isso só falando do aparelho respiratório.

Pessoas fumantes são sempre mal cheirosas. Tudo rescende a cigarro. Roupas, hálito, expiração, tudo perfume de tabaco. Uma tabacaria ambulante! Ao entrar na casa já se sente que há alguém que fuma na casa.

Outro aparelho que sente a ação direta e indireta dos compostos químicos do tabaco refere-se ao cardiovascular. Aí se incluem coração e vasos sanguíneos. O monóxido de carbono, por exemplo, constitui-se inimigo mortal do coração e vasos. Causador de vasoconstrição o monóxido diminui o aporte de oxigênio aos órgãos, fazendo com que o trabalho celular seja ineficaz ou nulo. Aí mortes súbitas, infarto, angina, trombose…

Pessoas com história familiar de varizes, por exemplo, são propensas á fragilidade da parede dos vasos. Com o fumo aumenta a probabilidade de flebites, dores nos membros inferiores, tromboses. Lembrar que veias se encontram em todo o corpo, podendo ter trombose em muitos órgãos como vasos intestinais, renais…

O cigarro, com seus componentes nefastos, daria todo um curso de Medicina com anatomia, fisiologia, bioquímica, histologia, semiologia, patologia, terapêutica. A Psiquiatria colaboraria com o incentivo e tratamento para a deixada do vício tabágico. Esta seria a finalidade de se entender o malefício do uso do cigarro, charuto, palheiro …

Ainda bem, que os fumantes já se sentem envergonhados de fumar perto de outras pessoas!

Olhem os lábios dos fumantes, a pele enrugada, demonstrando idade maior que a cronológica, unhas amareladas, mau cheiro, irritação constante quando fica algum tempo sem fumar. São tantas as desvantagens que não se entende pessoas com bom grau intelectual continuarem fumando.

Existem bons tratamentos para diminuir ou cessar o uso do tabaco, como manter a mucosa oral sempre úmida, muita água, ocupar as mãos, espaçar acender cigarro. Às vezes, até deixar o cafezinho!

Outrora as campanhas anti-tabágicas eram mais acirradas. As escolas recebiam campanhas proporcionadas pela Secretaria de Educação para incentivar o não uso ou início do uso de fumar.

O importante é não dar aquela pitadinha. Se fosse álcool, evitar o primeiro gole.

Instrua-se e procure ler sobre os componentes do cigarro e sua devastação nos diferentes órgãos.

Sem tabaco, vida útil que segue…

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…