Uergs recebe visita da SEMA e TAESA para apresentação de resultados do projeto “Abelhas Missioneiras”

  • 11 de dezembro de 2023
Grupo Projeto Abelhas Missioneiras com SEMA e Taesa

Na última quarta-feira (29/11), a Uergs em São Luiz Gonzaga recebeu a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-RS) e a empresa TAESA para apresentação dos resultados parciais do desenvolvimento do Projeto “Abelhas Missioneiras”, que realiza atividades no âmbito da pesquisa, da educação ambiental e da transferência de tecnologias com o objetivo de preservar as populações de abelhas e recuperar as espécies mais ameaçadas.

Durante a visita técnica, o coordenador geral do projeto Prof. Dr. Rafael Narciso Meirelles realizou explanação sobre todas as atividades de pesquisa e extensão que vêm sendo desenvolvidas em cada um dos subprojetos derivados do “Abelhas Missioneiras”; e a Chefe de Unidade Ma. Cristiane Barcellos Bocacio apresentou o balanço financeiro dos recursos financiados pela compensação ambiental da empresa Taesa. Ao final foi fornecido relatório informativo geral com todas as atividades que vem sendo desenvolvidas e a situação/etapa em que cada subprojeto se encontra.

Além da apresentação dos resultados e balanço financeiro, no turno da manhã, os presentes conheceram a brinquedoteca temática “Minha Amiga Abelha”, o herbário e a coleção entomológica do Laboratório de Pesquisas com Insetos Benéficos (LAPIB) e também degustaram Hidromel produzido no subprojeto “Produção de bebidas e alimentos à base de mel”, coordenado pela professora Cláudia Ogeda. No turno da tarde a comitiva acompanhou o desenvolvimento de prática pedagógica ligada ao subprojeto “Minha amiga: a abelha – Abelhas-sem-ferrão e a educação ambiental”, sob a coordenação da professora Arisa da Luz.

Posteriormente, o grupo se deslocou ao município de vizinho de Santo Antônio das Missões para visitação de meliponicultores que participam do subprojeto “Formação de meliponicultores”. Lá, conheceram o meliponário de um dos participantes do projeto, conversaram com a família e observaram as abelhas. Após, os trabalhos foram encerrados e os participantes das ações consideraram satisfatórias as atividades até o momento.

O projeto possui, ainda, mais um ano, tendo encerramento previsto para final de 2024. De acordo com o Coordenador do Projeto, até o momento, foram beneficiados mais de 30 meliponicultores e quase mil estudantes da rede pública. “Esse trabalho vai gerar publicações gratuitas que poderão servir para criadores de abelhas e consumidores de mel” destaca Rafael.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…