Um Taura desbravando as serras do Sul do Brasil

  • 27 de outubro de 2023
83faff5a-92a4-4a19-b1d6-d482db163e8b

O ciclista são-luizense Silvio Castilhos da Silva, mais conhecido como “Taura”, estará representando São Luiz Gonzaga neste final de semana em um grande desafio de ciclismo, participando de uma das competições do “Projeto LGR 2000Km – Pedalando Além do Sonho”, realizado nas regiões de serra do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A prova de ultradistância consistirá em percorrer nada menos dos que 2.000 quilômetros, em trajeto que passará por algumas subidas consideradas as mais difíceis do Brasil, como a Serra do Rio do Rastro e a Serra do Corvo Branco, em Santa Catarina.

Para alcançar tal feito, o atleta são-luizense terá muitos gastos que incluem desde a inscrição para a prova, alimentação, logística, pernoites, entre outros. Quem quiser ajudar ele a realizar esse sonho e representar, não só São Luiz Gonzaga e a Associação Pró-Giro Bike Clube, mas toda a região, pode fazer um PIX de qualquer valor. As chaves PIX são o celular (55) 9.9949-6612 ou o CPF 621.675.370-34 (Silvio Castilho da Silva).

O início de uma paixão sobre duas rodas – Até o ano de 2018, o nome de Silvio “Taura” Castilhos não era conhecido no meio ciclístico. Na verdade, esse foi o ano em que completaria o primeiro ciclo de competições que o credenciaria a se tornar um atleta. Mas o início da sua carreira começara antes disso, e de uma forma bem despretensiosa: “Eu estava lá na Decorpore e me chamou a atenção uma bike antiga, uma Caloi 10, que estava exposta na parede. Perguntei pra Maria Elena (Juchen) se ela queria me vender, mas ela disse que não pois era uma relíquia. Mas perguntei se ela queria que eu reformasse a bicicleta, e ela concordou…”, recorda.

Após reformar a Caloi, Silvio a estava levando de volta à loja, quando, ao cruzar uma sinaleira, um motorista o abordou e disse: “Tenho uma dessas pra te vender”, explicou Silvio, que acabou adquirindo a dita bicicleta, que precisava de uns reparos.

Com a sua bicicleta, Silvio começou a andar, indo até à ponte do Rio Piraju e retornando, “Mas daí eu via o pessoal andando de bike e cruzando o Piraju, e perguntei: ‘até onde vocês vão?’. Quando eles disseram que iam até o Limoeiro, eu comecei a ir até lá. Chegando lá, eu via que eles iam até Afonso Rodrigues, e comecei a ir também. Depois Roque, Cerro Largo, São Pedro do Butiá, e, aos poucos, comecei a ir mais longe…”, explicou.

Em 2018, Silvio decidiu se inscrever nas provas de 200Km em Santo Ângelo, completando o desafio. Depois, viriam as provas de 400Km e 600Km, até chegar o primeiro Audax de 1000Km, em Florianópolis/SC, no ano de 2019. Completado o desafio, Silvio encarou 2.300Km em Santo Antônio da Patrulha/RS, não parando mais de buscar mais desafios.

“E assim foi minha trajetória. É um esporte que só traz benefícios para a saúde e me dá a oportunidade de representar a minha cidade. Estarei competindo no LGR 2000Km do dia 28 de outubro a 6 de novembro, e podem ter certeza que vou fazer de tudo para trazer essa medalha para São Luiz Gonzaga”, finaliza o Taura do ciclismo são-luizense.

Entidades e empresas se mobilizam para promoção do Arroz Solidário

Estão em ritmo intenso os trabalhos de organização da primeira edição do Arroz Solidário. A programação ocorre no próximo dia…

Alunos do IERB criaram desenhos com mensagens de esperança aos atingidos pelas enchentes

Neste mês de maio, as professoras do Instituto Estadual Rui Barbosa, Gisele Silva De Oliveira Guedes e Viviane Siqueira Alves,…

Rock solidário nesta sexta-feira, no Atlanta

Nesta sexta-feira, 24 de maio, junto ao Atlanta Boliche Bar em São Luiz Gonzaga, será realizada a noite do Rock…