Voltam as exportações à China e o pecuarista respira aliviado

  • 31 de março de 2023

Em meio a tantas dificuldades aparece, enfim, uma notícia boa: o Brasil volta a exportar carne para os chineses, e ainda são habilitadas mais quatro plantas frigoríficas para fornecimento de carne bovina brasileira. A recuperação das vendas externas são um importante agente para destravar o preço do boi gordo no Brasil. Esse boi que vai pra China é mais caro, então acaba refletindo diretamente no valor pago ao produtor.

Quando olhamos para 2019, nós representávamos 24% de tudo que a China importou de carne bovina. Olhando dados do ano passado, essa participação aumentara para 42%. Hoje, Brasil, Argentina e Uruguai representam 75% de toda carne bovina importada pela China.

Essa demanda tão grande dos chineses foi desencadeada pela peste suína africana ocorrida em 2018 e 2019, que devastou os rebanhos suínos. Porém, a tendência é que, aos poucos, os chineses irão recuperando sua produção interna e venham a depender menos de carne de outros Países. Por isso a importância de abrir novos mercados para a carne bovina.

Nossa pecuária é reconhecida mundialmente pela qualidade. Que sigamos abrindo mercados mundo afora para que os produtores sejam cada vez melhor renumerados. Porque enquanto o mundo inteiro parou, quem segurou as pontas foi o “velho agro de guerra”.

Frase do dia: “Não importa o conhecimento que você tem; O que importa é o que você faz com ele”.

Salusa vai convocar assembleia geral para votar encerramento de atividades

A Salusa Participações S/A encerrou seu ciclo. Depois de duas décadas apoiando o desenvolvimento dos pequenos negócios em São Luiz…

Municípios buscam soluções para agropecuária em congresso da Famurs

O agro gaúcho foi tema na quarta-feira (17/07) no congresso anual da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande…

AGSL MB busca vitória fora de casa contra o Soberano em meio a desfalques

A AGSL MB se prepara para enfrentar o Soberano neste sábado, 20, em busca de manter seu aproveitamento de 100%…